O novo ministro dos Transportes, Alfredo Nascimento, reconheceu que não terá pela frente tarefa fácil. Ao receber o cargo do ex-ministro Anderson Adauto, Nascimento destacou que a infra-estrutura de transporte é vital para a produção, o desenvolvimento e a geração de emprego, segundo informa a Folha Online.

Relatório do próprio Ministério dos Transportes aponta que 55% das rodovias estão em péssimas condições, mesmo com a aplicação de 80% do orçamento do ministério na malha viária do país nos últimos anos. O ministro anterior, Anderson Adauto disse ao informativo eletrônico ter conseguido reduzir em 25% em média os custos dos serviços licitados entre agosto de 2003 e fevereiro de 2004.

Para enfrentar o desafio de recuperar a infra-estrutura de transportes, o novo ministro disse esperar contar não só com ações do governo federal, mas também com o apoio dos governadores, prefeitos, senadores, deputados e da iniciativa privada.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui