Objetos atirados nas rodovias têm provocado muitos acidentes graves nas
estradas brasileiras. Na última semana, uma “latinha” atirada em uma das
rodovias que compõe o Lote 2 do Anel de Integração do Paraná deixou quatro
vítimas, duas em estado grave. Segundo a concessionária que administra o
trecho, fatos assim tem sido registrado com frequência.
O acidente aconteceu na altura do quilômetro 413 da BR-369, próximo ao
município de Juranda, entre Cascavel e Campo Mourão, depois que o pára-brisa
de uma Kombi foi atingido por uma lata arremessada de um ônibus de turismo.
O condutor acabou perdendo o controle do veículo e não conseguiu evitar o
capotamento. O ônibus, provavelmente sem tomar conhecimento do acidente
causado por um de seus passageiros, seguiu em frente e não foi identificado.
De acordo com o chefe do departamento de tráfego da Viapar, Luciano Ricardo
Mendes, não é a primeira vez que acidentes acontecem dessa forma, embora o
arremesso de objetos de veículos seja crime previsto no Código de Trânsito
Brasileiro. “Costuma-se jogar muitos objetos na pista, desde latas, paus e
pedras, até sapatos velhos e brinquedos”, destacou. Ele disse também que as
equipes de inspeção de tráfego da empresa, que percorrem as rodovias 24
horas por dia, dedicam boa parte de seu tempo recolhendo esses objetos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui