Quarenta por cento dos 298 patrulheiros trabalharão na rodovia no feriadão

A operação Natal da Polícia Rodoviária Federal, que será realizada entre os dias 23 e 26, terá 298 patrulheiros, sendo que 40% deste total ficará na BR-101. O restante do reforço será concentrado nas BRs 282 e 470.
Segundo o assessor de comunicação da PRF, patrulheiro Luiz Graziano, 30 policiais virão de outros estados da federação para trabalhar em Santa Catarina, durante as operações Natal, Ano Novo e Carnaval. O patrulheiro explica que a maior preocupação é com o aumento do tráfego nas rodovias neste período do ano, o que pode resultar no aumento de acidentes.
Graziano explica que além do reforço de patrulheiros as operações Natal, Ano Novo e Carnaval vão utilizar dois helicópteros – um de patrulhamento e um de resgate. Os helicópteros ficarão em Florianópolis, de onde serão deslocados para as operações. Ele explica que o de patrulhamento atenderá também o Paraná e o Rio Grande do Sul. O comando terá também 28 bafômetros, 21 radares e 75 carros. Somente na BR-101 serão utilizados 10 bafômetros.
Ontem, em Ilhota, o caroneiro de um Gol com placas de Atalanta morreu quando o veículo em que estava se chocou contra um caminhão Scania com placas de Lages, que estava estacionado, e um Fusca de Braço do Trombudo. José Roberto Bassos, 25 anos, morreu. O acidente ocorreu às 5h no quilômetro 24 da BR-470.
O condutor do Gol, Marcos Melchioretto, 23, e outro caroneiro, Ronaldo Takeru Kayama, 24, ficaram feridos com gravidade. Os três residem em Blumenau.
Em Penha, a BR-101 na altura do quilômetro 103,6 ficou interditada ontem para o trânsito de veículos, durante quatro horas, para que fossem retirados da pistas os destroços do caminhão, placas de Joinville, conduzido por José Paulo Soares. O caminhão, que carregava amônia, pegou fogo depois de ser atingido pelo Mercedes-Benz, placas de Blumenau, conduzido por Sedival Granimann.
As filas ao longo da rodovia chegaram a cinco quilômetros. Segundo a Polícia Rodoviária Federal de Barra Velha, além dos galões de amônia, o caminhão transportava pneus e alumínio. Patrulheiros informaram que o meio ambiente não será afetado porque, apesar da amônia ser um material tóxico, a quantidade era pequena e foi evaporada no incêndio. O motorista do caminhão teve apenas ferimentos leves.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui