Os maquinários do Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento Econômico, Social e Ambiental do Alto Teles Pires (Cidesa) trabalharão, até a próxima semana, na estrada da Baiana, em Lucas do Rio Verde, recuperando aproximadamente 50 quilômetros da rodovia estadual MT-338. “Na programação inicial deveria terminar nesta semana, mas o maquinário precisou de revisão e houve atraso”, disse o secretário-executivo do consórcio, Paulo Roberto Ferreira, ao Só Notícias.

O trecho entre o entroncamento com a BR-163 até a fazenda Divisão é feito cascalhamento e desaguadouros. “Com as chuvas dos últimos dias o serviço está ficando muito bom, pois o solo fica bem compactado”, diz Paulo. Segundo o secretário, as chuvas não devem atrapalhar o cronograma das obras e, até janeiro, todos os municípios do consórcio terão rodovias estaduais recuperadas.

Terminado em Lucas do Rio Verde, a patrulha vai ao município de Nova Ubiratã. Até agora, cerca de 650 km de estradas foram recuperadas em Lucas, Sorriso, Vera, Tapurah, Ipiranga do Norte, Nova Mutum e Santa Rita do Trivelato. Os municípios de Claudia, Feliz Natal, União do Sul e Santa Carmem ficaram para a etapa final.

A área do consórcio engloba um dos principais polígonos de produção de grãos do país e, na época da chuva, os produtores têm dificuldade no escoamento da safra devido às péssimas condições das estradas. A recuperação das rodovias tem como objetivo principal facilitar o transporte da produção.