Uma quadrilha especializada em roubo de cargas foi presa, na manhã de ontem (28), em Ponta Grossa, região dos Campos Gerais. Os três homens presos são acusados ainda de participar de roubos nas cidades de Telêmaco Borba, Castro, Guarapuava e em Santa Catarina. Outro integrante já foi identificado. A quadrilha, de acordo com a polícia, roubou uma carga de cigarros na manhã de ontem, na PR-151, em Carambeí, perto a uma praça de pedágio, no sentido Ponta Grossa a Castro. A polícia recuperou toda carga roubada, além de apreender uma arma e munições utilizadas nos crimes.

“Nós já estávamos investigando a quadrilha desde outubro do ano passado e conseguimos descobrir onde seus integrantes estavam escondidos”, disse o delegado da Delegacia de Estelionato e Desvio de Cargas de Curitiba, Vinicius Augusto de Carvalho. No bairro Nova Rússia, foram presos Nadabeb Salomão M. F. Maia, 25 anos, e Robson Vieira, da mesma idade. No bairro Santa Luzia, foi encontrado Márcio Rodrigues, 32.

Divanei Alves Lopes, 34 anos, fugiu quando a polícia chegou a sua casa, no bairro Chapadas, onde foram descobertos documentos de identidade falsos e munições de calibre 32, 38 e 12. Além de Lopes, a polícia trabalha para identificar mais um integrante. “Na casa de Rodrigues, nós também encontramos os cigarros e na casa do Vieira encontramos a arma usada no assalto, um revólver calibre 32”, informou.

Na manhã desta terça-feira (27), a quadrilha chegou em um Fiat Uno numa Kombi de uma empresa, que transportava milhares de maços de cigarros, em Carambeí. “O motorista contou que foi levado para um lugar perto do Parque das Águas, naquela cidade, onde foi deixado pela quadrilha. Lá eles mudaram a mercadoria de veículo e levaram para a casa do Rodrigues”, explicou o delegado. A polícia estima que o valor da mercadoria gire em torno de R$ 18 mil.
O delegado afirmou que a vítima já reconheceu Vieira. “Eles responderão por roubo e formação de quadrilha”, contou o Carvalho.