A Brigada Militar registrou mais dois casos de embriaguez no volante. O primeiro ocorreu na noite de sábado, 20, e foi atendido por uma guarnição do policiamento ostensivo. Já o outro caso foi registrado na madrugada de domingo, 21, pela Polícia Rodoviária Estadual (PRE).

Na noite de sábado, por volta das 21h25min, a sala de operações do 6º Batalhão de Polícia Militar (BPM) deslocou uma guarnição até a rua Roberto Socoowski, bairro Junção, para atender um acidente de trânsito com danos materiais.

Quando chegaram ao local, os PMs encontraram um grande aglomerado de pessoas e verificaram que uma caminhonete MMC/LC200 4X4 estava sobre uma cerca.

Logo em seguida, os policiais identificaram o condutor do veículo como R.F.V., de 50 anos.

Como ele apresentava visíveis sintomas de embriaguez, foi submetido ao teste com o etilômetro, o qual apontou 0,94 miligramas de álcool por litro de sangue, confirmando assim o estado de embriaguez alcoólica.

O motorista recebeu voz de prisão em flagrante e foi apresentado na Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA). Já na madrugada de domingo, 21, por volta das 4h50min, a Polícia Rodoviária Estadual realizava uma fiscalização de trânsito em frente ao posto, localizado no quilômetro 11 da rodovia estadual RS-734, quando os policiais abordaram um veículo Ford/Escort, cinza, que transitava em ziguezague pela estrada.

O condutor do carro foi identificado como V.C.S., de 30 anos, sendo que ainda durante a abordagem os policiais verificaram que o mesmo não possuía Carteira Nacional de Habilitação e que o veículo estava com a documentação atrasada.

Devido ao motorista apresentar sinais de embriaguez, ele foi submetido ao teste com o etilômetro, sendo constatado 0,56 miligramas de álcool por litro de sangue. Diante dos fatos, o acusado recebeu voz de prisão, sendo o mesmo informado de seus direitos e apresentado na DPPA, mas após pagar fiança foi liberado.