Por conta da falta de licenciamento de uma camioneta que transitava com uma possível carga de casca de coco policiais rodoviários federais apreenderam durante uma blitz cerca de 5% da carga da Nestlé que havia sido roubada no último dia 10. A blitz foi realizada domingo a noite, no Posto da Polícia Rodoviária Federal da BR 101 Norte, em Mamanguape e o motorista cujo nome não pode ser revelado está sendo interrogado pela polícia que quer o nome dos demais membros da quadrilha que roubou a carga avaliada em R$ 65 mil, no município de Mamanguape.

O inspetor Marcone Ladislau Bezerra, chefe do Núcleo de Operações Especiais, disse que o policial que abordou o veículo desconfiou da carga e a princípio achava que ela estava sendo escondida por baixo das cascas de coco por sonegação fiscal, mas logo em seguida, os policiais descobriram que se tratava da carga roubada da Nestlé. A carga composta por cereais encontrada na camioneta com documentação atrasada estava avaliada em R$ 5 mil. A carga havia sido roubada de um Mercedes Benz, placa MQQ 5918, que estava sendo trazida de Vitória do Espírito Santo para Morrosoró (RN) e pertencia a transportadora Belmont. A polícia ainda não sabe se o homem que foi pego com os 5% da carga roubada é receptador ou se faz parte da quadrilha.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui