O fluxo de veículos que deixam Teresina rumo ao interior do Estado de-ve aumentar até 14% neste natal. A Polícia Rodoviária Federal iniciou ontem, a “Operação Natal” nas rodovias que cortam o Estado e a fiscalização se es-tende até sexta-feira, dia 26. Cerca de 200 policiais irão trabalhar durante a operação e oito etilômetros serão utilizados. “Temos 12 etilômetros, mas seis estão para a aferição. Pedimos mais dois aparelhos à PRF do Maranhão e no Natal e no réveillon vamos trabalhar com oito etilômetros”, explicou o inspetor Ciro Ricardo Ferreira.

Segundo ele, apesar dos piauienses viajarem mais no réveillon, no Natal foi registrado o maior número de mortes nas estradas. “Foram 4 mortes e 23 feridos na Operação Natal, enquanto no réveillon foram três mortes e 18 feridos”, disse. Ciro Ricardo destacou que na última sexta-feira, foi realizada mais uma etapa da operação “Zero Grau”, onde uma pessoa foi detida por dirigir embriagada.

No período natalino, o inspetor explica que a fiscalização deve ser descentralizada, já que os teresinenses tomam destinos diferentes. Ao contrário do réveillon, quando o litoral do Estado é o principal destino e, por conta disto, a fiscalização é intensificada na BR-343. Ciro Ricardo ainda ressalta a parceria com a Secretaria Estadual de Transportes na apreensão de animais nas estradas. “Já apreendemos neste ano 797 animais. No ano passado, foram registrados 235 acidentes envolvendo animais e queremos reduzir este número em 2008”, lembrou.

O inspetor da PRF pede que os motoristas tomem algumas precauções antes de pegar a estrada. O motorista deve observar se a quantidade de combustível é suficiente e se o carro está em condições adequadas. “Depois de uma confraternização, o motorista deve descansar antes de retomar a viagem. Quem for transportar menores de 12 anos – que não seja parente de até 3º grau – deve ter uma autorização dos pais”, diz.