O secretário estadual dos Transportes, Jair Foscarini, concluiu ontem a primeira fase do projeto do anel viário metropolitano. Na oportunidade, o secretário assinou o documento de ingresso do município de Gravataí ao projeto, previamente firmado pelo prefeito da cidade, Daniel Bordignon.

Gravataí foi a última localidade a optar pela inclusão no anel viário, que será uma rota alternativa à BR 116, beneficiando 12 municípios da região Metropolitana. A segunda etapa da iniciativa inclui a definição e a demarcação das áreas a serem desapropriadas, com sua localização, largura da faixa de domínio e identificação.

Nesta próxima etapa, também serão feitas a qualificação das áreas atingidas por desapropriações futuras, em razão de obras de ampliação da rodovia, elaboração de editais, contratação e execução de estudos, projetos finais de engenharia e identificação de fontes de recursos para a realização da obra.

O projeto foi lançado pelo governo do Estado no começo de junho. Participam, além dos prefeitos e presidentes de Câmaras Municipais de cidades que circundam a BR 116, representantes da Fepam, da Metroplan e das secretarias de Administração e Recursos Humanos, Coordenação e Planejamento e Meio Ambiente.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui