Projeto de educação que pode ser aplicado em todos os anos da vida escolar de crianças e adolescentes, a publicação “Alceu, uma vida em trânsito” será lançada nesta terça-feira, às 19h, no Centro de Convenções de Curitiba.

Alceu é um personagem que ensina educação para o trânsito ao longo de 12 volumes, específicos para cada ano, do primeiro do ensino fundamental até o último do ensino médio. Ilustrado por Carlos Alberto Noviski, o personagem alia as disciplinas curriculares tradicionais às noções sobre trânsito.

“Cada edição é dedicada a um ano do ensino fundamental ou médio e as lições podem ser ministradas por professores de qualquer disciplina. Eles têm um caderno específico, também para cada ano, com exercícios para avaliar o conhecimento dos alunos”, explica a criadora do projeto, Luiza Pacheco.

Advogada e chefe da Coordenadoria Técnico-Legislativa (CTL) da Casa Civil do Governo do Estado, Luiza idealizou o projeto após conclusão da pós-graduação em Trânsito com Ênfase em Mobilidade Urbana. O resultado desta especialização mereceu nota técnica e elogios do diretor-presidente do Denatran, Alfredo Peres da Silva e da Coordenadora Geral de Qualificação do Fator Humano no Trânsito, Juciara Rodrigues.

O diretor incentivou, inclusive, a criação de um projeto de instrumento para educação para o trânsito para ser aplicado nas escolas. “A maior satisfação é saber que o projeto expande aquele período de formação exigido para o futuro motorista ter a Carteira de Habilitação. E tudo pode ser aplicado dentro daquilo que é ministrado em aula”, afirma Luiza.

Ela cita, por exemplo, uma das aulas do volume dedicado à oitava série do ensino fundamental. Nela, Alceu cobra dos pais a realização do sonho de conhecer o mar. O pai explica que uma das dificuldades é a cobrança de pedágio, o que abre uma discussão sobre o direito de ir e vir.