A recuperação dos três pontos da BR-163 -entre Lucas do Rio Verde e Nova Mutum (foto), Lucas e Sorriso onde a pista foi levada pelas águas das chuvas que caíram na noite de sexta-feira (dia 5) e outro entre Sinop e Itaúba onde parte da rodovia cedeu devido a força das águas também por causa do excesso de chuva não deve começar esta semana. A garantia foi dada, agora há pouco, ao Só Notícias por um funcionário do Departamento Nacional de Infraestrutura e Trânsito (DNIT) que preferiu não ser identificado.

Segundo ele, o órgão está montando o processo de liberação de recursos para a execução das obras. “Estamos montando todo o processo que será encaminhado a Brasília para dar o parecer e liberar os recursos para iniciarmos a recuperação dos trechos”, explicou. “É jogo rápido por ser uma situação de emergência. Então acredito que isso ainda deva levar uma semana até a liberação dos recursos”, assegurou quando foi perguntado se a liberação do dinheiro poderia levar tempo para ser determinada.

Os recursos, segundo ele, são para a recuperação total dos três pontos, onde novas tubulações serão colocadas e um novo aterro feito. Até que os recursos sejam liberados técnicos do órgão estão nos locais fazendo a manutenção para evitar que a rodovia volte a ser interrompida.

Os problemas aconteceram no sábado de manhã. O rompimento maior foi entre Lucas e Nova Mutum, onde toda a pista foi levada pelas águas interrompendo o trânsito. Mas o problema maior, segundo o DNIT, está entre Sorriso e Lucas onde cerca de 250 metros de pista terão que ser recuperados, embora que somente partes isoladas da pista, cederam. “Não adianta recuperarmos somente os pontos onde caíram, pois compromete toda a estrutura e poderemos ter novos problemas num futuro. Então teremos que recuperar todo o trecho”, explicou.

Para evitar que o trânsito continuasse interrompido o DNIT fez um aterro provisório entre Lucas e Mutum e liberou o trânsito em meia pista. Situação que se repete nos outros dois pontos. O funcionário do órgão assegurou que o tráfego nos locais só voltará ao normal depois que todo o trabalho for concluído. “Até que tudo seja terminado a pista vai continuar em meia pista e não há uma previsão de quando serão concluídos, pode levar uma semana como um mês. Até que tudo fique totalmente pronto o trânsito nestes três pontos vai continuar em meia pista”, assegurou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui