Alargamento de trechos, restauração de asfalto e melhoria da sinalização aumentam a segurança na rodovia MG-050. Concessionária já investiu R$ 70 mi

Até o início deste ano, motoristas que transitavam pela MG-050, estrada que liga Belo Horizonte a São Paulo, em especial no trecho que atravessa Divinópolis, na Região Centro-Oeste de Minas, conviviam com um cenário de descaso e abandono. Além dos buracos e da pista estreita, a rodovia estava sem sinalização e o número de acidentes era grande. Mas essa realidade está mudando e a esperança é de uma rodovia mais segura, por causa dos investimentos.

Até o momento, R$ 70 milhões foram investidos em obras. Entre as principais melhorias, destacam-se 120 quilômetros de restauração do asfalto, 3,4 quilômetros de terceira faixa, implantação total da sinalização vertical e horizontal, além da conservação das margens da estrada. Segundo a Nascentes das Gerais, concessionária da MG-050, o próximo passo será a duplicação de 48,2 quilômetros.

A obra é aguardada com ansiedade, em especial por aqueles que precisam passar diariamente pela rodovia. É o caso do caminhoneiro Plínio Marcos Faria, de 60 anos. Morador de Divinópolis, ele transita pela via há mais de 40 anos. Depois de presenciar muitos acidentes causados não apenas por imprudência, mas também pela falta de conservação, Plínio elogia o trabalho de restauração e afirma que a duplicação será um importante passo. “O frete fica mais fácil e a família mais tranqüila, pois saberá que estarei dirigindo em uma estrada boa e que o risco de acidentes é menor. Principalmente para Divinópolis, que é uma cidade referência na região, a duplicação trará muitos benefícios”, acredita.

O caminhoneiro Ricardo Lopes, de 45, também elogia e acredita que a duplicação será uma importante obra para todo o estado. “Sou a favor de pagar pedágio. Quem transita pela MG-050 todos os dias entende a importância desse investimento. A duplicação é necessária. O fluxo de carros está só aumentando”, acrescenta.

Em janeiro, a MG-050 era responsável por 45,6% dos atendimentos da Polícia Militar Rodoviária. Depois das mudanças, esse percentual caiu para 31,4%. De acordo com o diretor-executivo da Nascentes das Gerais, José Roberto Ometto, a diminuição dos acidentes é resultado das obras de engenharia e das campanhas de educação para o trânsito nas escolas. “Quase 600 professores já participaram dos cursos promovidos pela concessionária e levaram o tema para 21 mil alunos de toda a região”, afirma.

As obras do primeiro trecho da duplicação começaram no mês passado, em um trecho de oito quilômetros entre Juatuba e Mateus Leme. As cidades que mais irão se beneficiar serão Juatuba, Mateus Leme, Itaúna, Divinópolis, Formiga, Córrego Fundo, Piumhí, Passos, Itaú de Minas e São Sebastião do Paraíso.

Multivias

Em Divinópolis, a duplicação está prevista para 2011. “Haverá a duplicação total do perímetro urbano, que compreende o trecho entre os kms 118 e 130. Durante a obra será feita a implantação de multivias, construção de passarela, passagem inferior de pedestre e de veículos, trevos, dispositivos em desnível e vias marginais”, adianta José Roberto Ometto.

Segundo ele, as obras estão dentro do cronograma estabelecido no contrato assinado com o governo do estado. Ometto explica que, diariamente, cerca de 30 mil veículos transitam pela rodovia. “Uma importante obra de ampliação da capacidade da MG-050 também está sendo feita em Córrego Fundo, com a construção de uma travessia urbana, entre os kms 212 e 213.