Prefeitos e representantes da sociedade e lideranças políticas dos municípios que integram a Associação dos Municípios da Região de Laguna (Amurel) se reuniram em Tubarão para avaliar o andamento do processo de duplicação da BR-101 no trecho Sul e o engajamento das prefeituras no processo.

Segundo o Presidente da Comissão Pró-duplicação, o vereador Ronério Cardoso Manoel, algumas metas foram traçadas para a marcha em prol da duplicação que vai passar nos municípios de Jaguaruna, Tubarão e Capivari de Baixo nos próximos dias. Além de participarem da marcha, os prefeitos irão se mobilizar e fazer mais pressão ao governo federal. “Vamos pressionar de todas as formas para que a duplicação saia do papel”, disse Manoel.

Ficou acertado ainda que no dia 27 deverá ser realizado um culto ecumênico. “Mas iremos nos reunir no dia 18 para completarmos a programação”, avisou o presidente.

Os vereadores de Tubarão vão caminhar quase 17 quilômetros pela BR-101, de Jaguaruna até Capivari de Baixo, no protesto que pede o início da duplicação da rodovia ainda este ano. A manifestação está marcada para o dia 27 deste mês como parte da 1ª Marcha pela Duplicação, que começou quarta-feira da semana passada e que vai mobilizar os 24 municípios – sete gaúchos e 17 catarinenses – localizados ao longo do trecho não-duplicado da BR-101. “Nosso objetivo é mostrar ao governo federal que temos pressa no início desta obra tão importante para o Sul do País e que estamos fartos de datas e prazos não cumpridos”, afirma o presidente da Câmara de Vereadores de Tubarão.

A Marcha pela Duplicação começou no dia na cidade de Osório (RS). Serão 24 dias de caminhada num total de 351,8 quilômetros percorridos. Cada município fará sua caminhada e entregará a sua bandeira aos vereadores da cidade vizinha. O protesto deverá encerrar com uma grande concentração, dia 2 de abril, em Palhoça, na Grande Florianópolis, quando os manifestantes pretendem entregar todas as bandeiras aos governadores Luiz Henrique da Silveira, de Santa Catarina, e Germano Rigotto, do Rio Grande do Sul.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui