BELÉM – Os municípios em torno da rodovia BR-163 no oeste do Estado começam a sofrer com as fortes chuvas que caem sobre a região. Desde sábado (27), por conta da chuva, o trecho que liga Moraes de Almeida (Itaituba) à Novo Progresso foi interditado. As informações são do Portal ORM.

Com a força das águas houve deslocamento de um bueiro sobre um córrego e formou uma cratera de aproximadamente 10 metros de profundidade. O trecho está interditado e sem previsão de liberação. Caminhões e carretas que transportam produtos alimentícios e da região sul e sudoeste do Brasil para os municípios da região, estão parados à margem da rodovia e os produtos estão apodrecendo.

Segundo a metereologia a situação poderá ficar bem mais dramática. Do outro lado, o trabalho de recuperação e manutenção da Rodovia está abandonada. Até a empresa que tinha escritório em Novo Progresso fechou suas portas, sem perspectiva de que outra empresa venha para continuar os trabalhos.

Apesar da extensão da Rodovia, 800km entre Itaituba e Guarantã do Norte, MT, o Dnit (Departamento Nacional de Infra-Estrutura e Transporte) vem executando obras apenas entre Riozinho das Arraias e Novo progresso e no município de Trairão, onde está construindo três pontes de concreto que devem amenizar o problema, haja vista em todo o trecho da BR-163, 95% das pontes são de madeira e não suportam o peso dos caminhões.