Reivindicaram o fornecimento de cestas básicas e alcançaram esse objetivo

Os sem-terra do acampamento de Arroio dos Ratos realizaram protesto, na manhã de ontem, com bloqueio da BR 290, junto ao posto do ICMS e à ponte do Guaíba, na entrada de Porto Alegre. Eles reivindicavam o fornecimento de cestas básicas para as 2,5 mil famílias de acampados no Rio Grande do Sul. Na entrada da Capital, os sem-terra bloquearam o tráfego de veículos por volta das 7h15min. Um forte aparato policial impediu nova interrupção do trânsito às 8h30min. Policiais militares do Batalhão de Operações Especiais (BOE) posicionaram-se, com um cordão de isolamento, à margem da rodovia, impedindo que os sem-terra fossem para o meio da pista. Efetivos do 9O BPM e do 11O BPM, além da Polícia Rodoviária Federal (PRF), foram mobilizados. O trânsito ficou congestionado no sentido Interior Capital, ultrapassando os 10 quilômetros de extensão.

A presença no local do superintendente do Incra no Estado, César Aldrighi, e do secretário do Gabinete de Reforma Agrária e Cooperativismo (Grac), Vulmar Leite, foi solicitada.

Ao final, ficou acertado que o Incra entregará cerca de 100 toneladas de alimentos até amanhã em todos os acampamentos no Rio Grande do Sul. Já o Grac prometeu participar da ação com um complemento de 12 toneladas de gêneros alimentícios. Trata-se de uma medida emergencial, já que a obrigação constitucional de conceder alimentação aos acampamentos de sem-terra é do Incra , argumentou o secretário Vulmar Leite.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui