Cerca de 200 trabalhadores sem-terra bloquearam, ontem de manhã, a AL-101 norte, estrada que liga Alagoas a Pernambuco, perto de Maragogi, a 130 quilômetros de Maceió. O protesto é contra o cancelamento de uma reunião com o próximo superintendente do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária, em Alagoas, Gino César, que está em Brasília. No encontro, os sem-terra vão pedir mais rapidez no processo de desapropriação de terras na região. Segundo o superintendente substituto do Incra, Jorge Tadeu, que também está em Brasília, as áreas já foram vistoriadas e consideradas impróprias para desapropriação. O Incra estuda a possibilidade de fazer uma nova vistoria. Em Taubaté, Vale do Paraíba, São Paulo, cerca de 200 famílias de sem-terra desocuparam a fazenda Santa Terezinha. A reintegração de posse, determinada pela Justiça a pedido do Unibanco, foi feita pela Polícia Militar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui