O secretário-executivo do Ministério dos Transportes, Keiji Kanashiro, defendeu ontem a vinculação de recursos para investimentos em infra-estrutura. Kanashiro participou do IV Seminário Brasileiro de Transporte Rodoviário de Cargas, promovido pela Comissão de Viação e Transportes. O representante do ministro dos Transportes afirmou ainda que nos períodos históricos em que o Governo aumenta os investimentos em infra-estrutura, acontecem incrementos no processo de crescimento econômico do País.

Planejamento

O secretário de Transportes de Mato Grosso, Luiz Antonio Pagot, reforçou a importância de o Governo federal recuperar as estradas ou fazer concessão para que empresas privadas cuidem das rodovias. O secretário de infra-estrutura e transporte de Goiás, Carlos Maranhão, disse que falta planejamento estratégico do Governo federal para recuperação e construção de novas estradas.

Outras experiências

Em Mato Grosso, o Governo do estado conseguiu reduzir o preço do valor do quilometro pavimentado. “Antes o valor era de R$ 600 mil por quilômetro de rodovia e hoje gira em torno de R$ 300 mil por quilômetro”, anunciou o secretário. Pagot informou que hoje existe no estado uma Associação de Produtores Rurais que, junto com o Governo, contrata as empresas para pavimentação das estradas.

Recuperação com a Cide

O deputado Mauro Lopes (PMDB-MG), que presidiu os trabalhos do Seminário, acredita que as estradas serão recuperadas, a partir de agora, com o início do repasse de recursos da Cide – o imposto dos combustíveis. “O Banco do Brasil já colocou à disposição dos Estados o percentual de 29% para Estados e Municípios para que os Estados possam aplicar esses recursos nas rodovias estaduais e municipais”.

O deputado Mauro Lopes informou que somente o Estado de Minas Gerais recebeu, como primeira parcela deste semestre, o total de 42 milhões de reais para as estradas estaduais e mais 10 milhões de reais para as estradas municipais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui