Três acidentes em rodovias federais baianas deixaram, pelo menos, sete pessoas mortas e seis feridas desde a última sexta-feira, quando foi intensificado o movimento nas estradas por conta do feriado junino. Cinco dessas mortes aconteceram ontem em duas ocorrências. No final da tarde, um acidente na BR-405 (rodovia cedida ao estado pela PRF), na altura de Santo Amaro, envolveu um ônibus e um carro de passeio e deixou uma vítima fatal. Uma outra colisão, envolvendo três veículos, aconteceu pela manhã no km-371 da BR-116 norte, no entroncamento entre os municípios de Santa Bárbara e Serrinha, deixando quatro mortos e quatro feridos. Até ontem à noite, esse era o acidente com maior números de mortos registrado pela PRF desde que a Operação São João foi deflagrada na sexta-feira, no entanto, o balanço parcial ainda não foi divulgado pela corporação.

No acidente da BR-116, com o impacto da batida, dois carros envolvidos foram incendiados, entre eles o Volkswagen Gol de placa CYM-3671 (com licença de São Paulo), cujos dois únicos ocupantes morreram carbonizados. Devido ao estado dos cadáveres, não foi possível realizar a identificação dos sexos. Outra vítima fatal, o motorista do GM Monza de placa JNX-5020, Narciso Cardoso dos Santos, 59 anos, sofreu várias lesões na cabeça e morreu no local. Elvira Guimarães de Abreu Souza, 81, que viajava no banco de trás do GM Vectra de placa JRG-2039, chegou a ser socorrida por uma equipe do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) e foi levada ao Hospital Emec de Feira de Santana, mas não resistiu aos ferimentos e morreu na unidade hospitalar.

Socorro – Todos os sobreviventes do acidente da manhã de ontem foram socorridos e levados ao Hospital Emec. Joselita Amorim dos Santos, 54, com ferimentos graves, e a filha Natália de Almeida Amorim dos Santos, 8, com lesões leves, ocupavam o Monza. Viajavam no Vectra Rodrigo Duarte Barbosa, 44, que sofreu escoriações, e Gilda de Abreu Souza, filha de Elvira, com ferimentos generalizados.

De acordo com informações da PRF, por volta das 9h, o Gol perdeu a direção numa curva e invadiu a contramão, chocando-se com o Monza e o Vectra. O Corpo de Bombeiros chegou ao local a tempo de impedir a combustão total do Vectra, iniciada com o abalroamento. No caso dos corpos carbonizados do Gol, a identificação deles só será realizada através de perícia técnica. Com o acidente, a pista ficou parcialmente interditada até as 14h30.

Ocorrências do feriado junino

Uma colisão entre duas carretas e uma Kombi resultou na morte do motorista Nestor Bispo dos Santos e deixou duas pessoas feridas anteontem. O acidente ocorreu no km-402 da BR-101, trecho de Itamarati, distrito de Ibirapitanga, no sul da Bahia. A carreta de placa MMJ-9400 (licença do Pará), conduzida por Roberval Ferrari Maria, entrou na curva em alta velocidade. Ao frear, o motorista perdeu o controle, atingindo a lateral da Kombi de placa GTY-8786.

Em seguida, a carreta, que levava fraldas, colidiu com o caminhão de placa BYA-1330, que estava carregado com Metanol, produto explosivo. Nestor Bispo, que dirigia a Kombi, morreu na hora, enquanto o pai dele, Manoel Bispo dos Santos, e o irmão, Israel Bispo dos Santos, tiveram ferimentos leves. O motorista da carreta, Roberval Ferrari, e o condutor do caminhão, João de Deus Souza de França, saíram ilesos.

O outro acidente do sábado ocorreu por volta das 7h, na BR-030, região de Brumado, no centro-sul da Bahia. Segundo a PRF, uma moto tombou na via, provocando a morte do condutor.