PARANAÍBA – Dois acidentes ocorridos ontem nas BRs 163, região de Rio Verde e 158, em Paranaíba, mataram sete pessoas. As informações são da Polícia Rodoviária Federal (PRF).
O primeiro ocorreu na madrugada de hoje no quilômetro 79 da BR 158 e provocou a morte de três pessoas: Wesley Mantelo Bocalon, 22 anos, Roselene Sversuti Saravalli, 24 anos, e Lenita Cristina Mantelo, 35 anos. O segundo aconteceu no quilômetro 10 da BR 163, causando a morte de Celso de Jesus Ribeiro, 41 anos, Danielle Fernanda de Camargo, 22 anos, Celso Júnior Maragon Ribeiro, 16 anos, e Maria do Carmo Maragon, 40 anos.

1º Acidente
No primeiro acidente, o Santana placa MWA-3490, de Cassilândia, que estava sendo conduzido por Wesley Bocalon, caiu em um córrego após o condutor do veículo perder o controle em virtude do excesso de água na pista. Também estava no automóvel Cleuza Mantelo Bocalon, 55 anos, que teve lesões graves e está internada no hospital de Paranaíba.

2º Acidente
O acidente seguinte envolveu o caminhão Mercedes Benz 1939 placa HSV-1206, de São Gabriel do Oeste, que estava sendo conduzido por Vandir Vagner, 32 anos, e o Palio placa DSH-1497, da cidade paulista de São José de Rio Preto.
Após invadir a pista contrária, o caminhão colidiu na lateral do automóvel, provocando as mortes de todos os ocupantes do Palio e deixando o motorista do caminhão com ferimentos leves.
Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o motorista do caminhão foi encaminhado à Polícia Civil local por direção perigosa. Ainda conforme a Polícia, entre os mortos tinha um feto, provavelmente de uma das ocupantes do Palio que estava grávida.

Operação Ano Novo
A Polícia Rodoviária Federal divulgou ontem o balanço final da Operação Ano Novo. As ações da PRF foram realizadas da meia noite do dia 29 de dezembro de 2006 e terminou na última segunda-feira, 1º de janeiro de 2007.

De acordo com informações da polícia, não houve registro de mortes nas rodovias do Estado, até anteontem. Nove acidentes, com oito feridos e 12 veículos retidos foram atendidos pelos policiais.
Conforme a PRF, o saldo foi positivo, já que em relação ao último Natal morreram cinco pessoas e no réveillon de 2005 foram registradas duas mortes.