RJ 216 – Valmir de Souza Júlio, 19 anos, cuja moto colidiu com um ônibus, teve morte instantânea

O soldado do 56º Batalhão de Infantaria (56º BI), Valmir de Souza Júlio, 19 anos, morreu às 6h de ontem, depois de se envolver em um acidente na RJ 216, que liga Campos a Farol de São Thomé. Ele estava a caminho do Exército para assumiu o serviço, quando a moto que pilotava colidiu de frente com um ônibus da empresa Campostur, dirigido por José Luiz Pinto da Fonseca, 51 anos. Com impacto da colisão, a moto foi arrastada por aproximadamente 90 metros pelo ônibus, ficando completamente destruída. Valmir teve morte instantânea. Em outro acidente registrado em Campos, duas pessoas ficaram feridas.

De acordo com o motorista do coletivo, que trafegava no sentido São João da Barra, o soldado estaria em alta velocidade e teria tentado ultrapassar um carro de passeio, que assim como a moto, seguia em sentido à avenida 28 de Março.

— A moto estava atrás de um Santana e, de repente, veio em minha direção. O soldado tentou ultrapassar o carro. Acredito que o rapaz tenha achado que desse para ficar entre o ônibus e o Santana. Ainda tentei evitar ao acidente, jogando o ônibus para o acostamento. Mas, infelizmente, não consegui — lembrou o motorista.

Destroços da moto que se espalharam na pista foram recolhidos e levados para a 134ª Delegacia de Polícia (Centro). Representes do 56º BI, estiveram no local para acompanhar a liberação do corpo. Por mais de quatro horas a RJ 216 ficou parcialmente interrompida e o tráfego no início da manhã teve que ser desviado para uma estrada paralela à rodovia estadual.