Visando orientar os condutores de caminhões e carretas, a SPVIAS inicia hoje (24) a distribuição de folhetos com dicas e orientações sobre as mudanças ocorridas na legislação de pesagem de veículos. Seis mil folhetos serão distribuídos nos Postos Gerais de Fiscalização (balanças) das rodovias administradas pela SPVIAS.

Muitos motoristas transportam cargas excessivas causando o desgaste prematuro dos caminhões, aumentando os gastos com combustível, pneus e manutenção do veículo; além de provocar prejuízos à preservação do pavimento das rodovias.

A Resolução nº 258/07 do Contran (Conselho Nacional de Trânsito), que entrou em vigor em dezembro de 2007, estabelece novos critérios para a fiscalização de peso dos veículos de carga.

A partir de agora, além do PBT (Peso Bruto Total), os caminhoneiros devem estar atentos ao peso bruto por eixo, cujo excesso também implicará em multas e autuações.

O excesso de peso superior à capacidade definida pelo fabricante do veículo será autuado da seguinte forma: até 600 quilos (infração média – R$ 85,13); entre 601 e 1.000 quilos (infração grave – R$ 127,6); acima de 1.000 quilos (infração gravíssima – R$ 191,54, aplicada a cada 500 quilos ou fração de excesso de peso apurado), além de retenção do veículo para transbordo da carga.