Dois agentes de trânsito foram baleados quando esperavam uma carreta para fazer escolta anteontem na rodovia Rio-Santos, no bairro Casa Blanca, em Caraguatatuba. Um homem passou em uma bicicleta atirando na direção dos agentes, que tiveram ferimentos leves.

Segundo a Polícia Militar, Renato Vasconcelos Ferreira, 33 anos, foi atingido por um tiro de raspão na barriga e Rafael Barrella Pereira, 29 anos, no braço. Eles foram encaminhados para o pronto-socorro e liberados.

No local, a polícia encontrou dois estojos e um projétil de pistola 380. Os agentes foram dispensados do trabalho ontem. Eles não foram encontrados para comentar o assunto.

O delegado de Caraguá, Fábio Lélis, disse que será instaurado um inquérito para investigar o motivo do crime. Ele afirmou que a polícia vai trabalhar com todas as possibilidades, inclusive se o crime teria sido cometido por algum motorista clandestino.

O transporte alternativo é proibido na cidade e tem sido alvo da fiscalização dos marronzinhos.

Para o diretor da Ditran (Divisão de Trânsito) da prefeitura, Celso Rapasi, a hipótese apontada pela polícia também não está descartada. Ele disse que não será adotado sistema de segurança para os marronzinhos.

“Os agentes têm combatido o transporte ilegal, o que pode ter motivado uma reação”, disse Rapasi.

A categoria atua clandestinamente na cidade e não possui entidade que a represente no município.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui