Equipe trabalha até durante a noite para permitir o trânsito na rodovia que liga as regiões Norte e Nordeste

O Superintendente Regional do DNIT no estado do Maranhão, Gerardo de Freitas Fernandes, informou que nesta sexta-feira (08) o tráfego de veículos na altura do km 411 da BR-316 será possível através de um desvio cuja construção começou assim que o nível das águas baixou. “Nossa equipe está mantendo o trabalho até durante a noite e só sairemos do local quando liberarmos a passagem, o que deve acontecer amanhã,” disse o engenheiro.

O trecho da rodovia entre os municípios de Peritoró e Alto Alegre do Maranhão foi interditado no último final de semana, quando a correnteza provocada pelas fortes chuvas destruiu a ponte de 17 metros de comprimento, sobre o riacho Tapuios. Desde então, os técnicos do DNIT monitoram a situação, buscando alternativas para desobstruir a via.

O desvio consiste num aterro, construído sobre bueiros celulares (tipo tubulões) para os quais se direciona o fluxo do riacho. “Esta é a primeira alternativa, que vai permitir a passagem de todo tipo de veículo, mas em apenas uma faixa de rolamento”, explica Gerardo.

Segundo ele, nos próximos dias o local terá a segunda alternativa, que é uma ponte metálica, com duas faixas de rolamento. Ela normalizará totalmente o fluxo de veículos e será utilizada até que a solução definitiva – uma Obra-de-Arte Especial – seja construída.

A nova ponte será uma estrutura em concreto bem maior que a anterior. Terá aproximadamente 30 metros de comprimento. A previsão é de que sua construção se conclua em seis meses.

O DNIT acompanha também a situação nas outras rodovias federais atingidas pelas chuvas no Maranhão. Em todas elas, o tráfego já foi liberado. Assim que o período chuvoso passar, serão totalmente recuperadas.