O trânsito na BR-459 foi liberado no início da tarde desta terça-feira (2). As duas pistas no trecho entre Delfim Moreira e Piquete estavam interditadas há 4 dias. Homens e máquinas da prefeitura de Delfim Moreira reforçaram a equipe que trabalha na limpeza da pista, mas o terreno dificultou o serviço.

Só na semana passada, foram dois deslizamentos de terra no trecho. O mais grave ocorreu no sábado (29). Nesta segunda-feira (1), uma pedra que bloqueava a pista foi explodida. Só depois de quatro dias, os operários conseguiram retirar toda a lama e as pedras que cobriam a pista.

No entanto, ainda há um grande risco: existem duas pedras, pesando cinco toneladas cada, em cima da rodovia e elas podem rolar, em caso de chuva. Por isso, ambas serão detonadas com explosivos, ainda esta semana. Mesmo assim, o trânsito foi liberado no início da tarde.

A Polícia Rodoviária Federal recomenda que os motoristas continuem evitando o trecho, utilizado por cerca de 3 mil motoristas diariamente como um dos principais acessos do Sul de Minas às estradas que levam ao Vale do Paraíba e ao Rio de Janeiro.