Na Castelo Branco, o motorista teve que ter paciência com a fila de veículos rumo à Capital

Os motoristas enfrentaram filas e trânsito lento na volta do feriado de Páscoa, ontem. As rodovias Castello Branco e Raposo Tavares, principais ligações entre Interior e Capital, tiveram movimento intenso a partir do início da tarde e deveria prosseguir até por volta das 23h, segundo a concessionária Viaoeste. O retorno foi mais tranqüilo para quem optou em viajar de manhã ou então no final da noite. A previsão era de 65 mil veículos no sentido Interior-Capital, durante todo o dia. Até as 17h30, tinham sido registrados 35,5 mil veículos. No pedágio da Castello, em Itu, as filas chegavam à rodovia Senador José Ermírio de Moraes (Castelinho) e o motorista tinha que ter paciência para seguir viagem. A concessionária colocou funcionários extra a fim de agilizar a cobrança no pedágio.

Congestionamento

A Polícia Rodoviária informou que apenas acidentes sem gravidade haviam sido atendidos até o início da noite. Devido ao congestionamento, a ocorrência mais comum era de colisão sem vítimas. De acordo com a Viaoeste, entre a meia-noite de quarta-feira e as 17h30 de ontem houve um total de 35 acidentes na extensão administrada pela concessionária, resultando em nove vítimas leves. Na sexta-feira, Valéria Gomes Lacerda, de 28 anos, morreu depois de sofrer um acidente de motocicleta no km 83,5 da Castello, em Itu.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui