A Comissão de Viação e Transportes aprovou na última quarta-feira (4) o Projeto de Lei 3129/08, do Senado, que amplia o traçado da BR-080 em Mato Grosso até alcançar o estado de Rondônia. O projeto foi aprovado na forma de substitutivo da relatora, deputada Marinha Raupp (PMDB-RO), que inclui novos municípios nesse traçado e define como ponto final da rodovia a cidade de Guajará-Mirim (RO), que fica na fronteira com a Bolívia.

Segundo a relatora, o novo traçado da rodovia vai propiciar o melhor escoamento da produção agrícola de Mato Grosso e de Rondônia. “De pouco adianta o aumento da colheita, se não tivermos condições de escoá-la até os locais de embarque para a exportação”, disse. A parlamentar destacou que a região beneficiada pela ampliação das estradas é a maior área plantada de soja do mundo.

A relatora considera que a alteração também é importante para estimular a integração entre Brasil e Bolívia. “Fica claro que a infra-estrutura rodoviária poderá elevar a outro patamar os esforços de integração entre os dois países”, analisou. A deputada lembrou ainda a aprovação, pela Câmara, do acordo entre os dois países para que seja construída uma ponte sobre o rio Mamoré, entre as cidades de Guajará-Mirim e Guayaramerín, na Bolívia.

Outra alteração feita por Marinha Raupp foi a retirada da cidade de Alô Brasil (MT) como ponto de passagem obrigatória da rodovia. Ela afirmou que a alteração foi feita para que o Departamento Nacional de Infra-Estrutura de Transportes (Dnit) possa definir qual é o traçado mais apropriado entre as cidades mato-grossenses de Ribeirão Cascalheira e São José do Xingu.

BR-414
O substitutivo aprovado também aumenta o traçado da BR-414, incluindo trechos de estradas que passam nos municípios goianos de Minaçu e Colinas do Sul. Essa medida foi adotada no substitutivo por sugestão do deputado Carlos Alberto Leréia (PSDB-GO). A BR-414 tem início em Porangatu e termina em Anápolis, ambas em Goiás.

Marinha Raupp rejeitou, no entanto, outra emenda apresentada por Leréia para incluir um trecho rodoviário que ligasse as cidades goianas de Padre Bernardo, Mimoso, Água Fria e Mato Seco (ligação da BR-414 com a BR-020). Ela considerou que não seria prudente incluir o novo trecho no substitutivo para não dificultar sua aprovação. Ela sugeriu que o deputado apresentasse um projeto de lei específico para o tema e que englobe toda a malha rodoviária pertencente à BR-414.

Tramitação
O projeto tramita em caráter conclusivo e ainda será analisado pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania.