Os ladrões obrigaram o motorista a desviar o percurso e roubaram dinheiro e objetos dos 20 passageiros que viajavam de Goiana para João Pessoa

Três homens armados com revólveres, calibre 38, assaltaram ontem pela manhã, o ônibus da viação Expresso com destino Goiana/João Pessoa nas proximidades do Posto Fiscal de Pernambuco. Após anunciar o assalto, eles exigiram que o motorista desviasse o percurso em direção a um canavial onde os 20 passageiros viveram momentos de horror.

Os assaltantes passaram todo o tempo gritando e ameaçando os passageiros, inclusive as crianças que choravam o tempo todo.

“Eles nos ameaçavam a todo instante, e chegaram inclusive a colocar o revólver no meu rosto e de outras pessoas, dizendo que ia nos apagar a qualquer momento. Como as crianças estavam nervosas eles saíam empurrando elas pelo corredor. Foi terrível”, comentou o passageiro, Gil Barbosa, que teve cerca de R$ 600 roubados.

De acordo com o motorista do ônibus, eles acenaram de uma parada obrigatória que existe na BR 101, antes do Posto Fiscal de Pernambuco, para minutos depois anunciar o assalto.

Um deles ficou ao lado do motorista e os outros dois estrategicamente no corredor do veículo, quando exigiram que o percurso fosse desviado cerca de um quilômetro depois do Posto Fiscal, em direção a um matagal, já no município de Caaporã.

Ao chegar no canavial, eles exigiram que os homens deitassem no corredor do ônibus, ao mesmo tempo, que iam retirando seus celulares, relógios e dinheiro. Assim que terminaram obrigaram todos a descer e os colocaram dentro da mala.

Logo depois, pegaram tudo que podiam como malas com roupas que foram compradas para revender, bolsas e jóias das mulheres, fugindo em seguida pelo canavial no sentido do município de Alhandra.

Os passageiros aguardaram um bom tempo para só depois saírem em direção à BR onde pegaram carona em um outro ônibus e chegaram até um posto da Polícia Rodoviária Federal.

A polícia até o final da tarde de ontem ainda não tinha pistas dos bandidos, mas várias viaturas estavam em diligência numa operação conjunta entre as polícias Militar e a Rodoviária Federal. Há suspeitas que dois dos assaltantes sejam menores.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui