Portadores de deficiência física vítimas de acidente de trânsito serão instrutores nos cursos de reciclagem para motoristas infratores. O projeto de lei do deputado Otávio Leite (PSDB) foi aprovado nesta terça-feira pela Comissão de Constituição e Justiça da Assembléia Legislativa.

De acordo com o projeto, pelo menos 40% dos instrutores deverão ser portadores de deficiência. As auto-escolas, instituições, empresas ou o Detran poderão fazer convênios com instituições de assistência social para a qualificação dos instrutores.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui