INFRAESTRUTURA: ANTT se reuniu nessa segunda (28), com representantes de Fórum Internacional de Transportes para estreitar relações com a entidade. Foto: Aderlei de Souza/Ilustrativa

De acordo com a Agência, objetivo do encontro foi estreitar relacionamento e avançar para tornar o Brasil membro efetivo

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e o Ministério da Infraestrutura (MInfra) se reuniram, nessa segunda-feira (28), com o International Transport Forum (ITF), organização intergovernamental com 63 países membros e ligada à OCDE.

Segundo a ANTT, o encontro serviu para estreitar relações com a entidade, além de permitir a participação ativa das discussões de políticas públicas de transporte e nos aspectos sociais, governança, ambiental e avançar para tornar o Brasil um dos países membros efetivos do Fórum. Atualmente, o Brasil é membro observador.

O secretário-executivo do Ministério da Infraestrutura, Felipe Queiroz, abriu a reunião e apresentou detalhes da matriz de transportes no Brasil, estrutura organizacional e a relevância do País no cenário mundial quanto a infraestrutura e transportes, assim como as oportunidades da atual carteira de projetos e os desafios do setor. Além disso, destacou os pilares de políticas públicas que tornaram o Brasil um dos cenários mais atrativos aos investidores, que resultaram em grandes entregas e conquistas nos últimos três anos.

Outro ponto abordado pelo secretário foram os esforços, investimentos e projetos para superar os desafios de ESG (Environment, Social and Governance. Em tradução livre: ambiental, social e governança) dos projetos de infraestrutura no país. O Brasil tem olhado cuidadosamente para esse assunto e avança rapidamente para que os projetos sejam sustentáveis em longo prazo em todos os aspectos.

O diretor-geral da ANTT, Rafael Vitale, apresentou o papel da Agência dentro da pasta de infraestrutura, suas competências e entregas realizadas nos últimos anos. Além disso, apresentou as oportunidades de projetos nas áreas ferroviária e rodoviária. Vitale ressaltou que a ANTT tem grande relevância no cenário de infraestrutura e é responsável pela maior quantidade dos ativos que fazem parte da carteira de projetos do governo federal neste ano e em 2023.

Posição de destaque

O ITF foi representado pelo secretário-geral, Young Tae Kim, que ressaltou que, apesar de o Brasil não ser ainda um membro efetivo do IFT, tem uma posição de destaque no cenário internacional e garantiu esforços para a efetivação do país como membro efetivo. Também deixou clara a intenção de auxiliar na captação de recursos junto aos bancos de fomento para investimentos em projetos de grande relevância, como os existentes na atual carteira de projetos brasileiros.

Outro representante do Fórum presente à reunião, Márcio Deslandes, assessor especial do ITF, apresentou os próximos compromissos do Fórum e convidou o Brasil para a agenda de encontros deste ano, inclusive para participar como palestrante dos eventos com temas de interesse mútuo.

Participaram ainda da reunião os representantes do MInfra: Leandro Miranda, Helder Gonzales, Larissa Amorim, Rafael Furtado. Pela ANTT, estiveram presentes Maria Cristina de Castro e Mateus Salomé. Pelo ITF, participou o assessor especial Joshua Paternina.

ITF

O Fórum Internacional de Transportes da OCDE é uma organização intergovernamental com 63 países membros. Atua como um grupo de discussão para as políticas de transportes que melhoram a vida das pessoas, promovam o crescimento econômico, sustentabilidade ambiental e inclusão social. O ITF é o único organismo global que abrange todos os modos de transporte.

Fonte: Ascom da ANTT

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui