Funcionários da Viapar, no Paraná, protestaram na manhã desta quarta-feira (1º/5) contra a política salarial da empresa que administra os pedágios na BR-277. Foto: Divulgação

Sindicato do trabalhadores alega que a data-base não foi negociada no ano passado e considera que a empresa está fazendo “pouco caso do trabalhador”; cancelas estão liberadas desde às 7h de hoje

Integrantes sindicais e funcionários da Viapar abriram as cancelas durante protesto, na manhã desta quarta-feira (1º/5), na BR-369, na praça de pedágio de Arapongas (PR). Os manifestantes reclamam de atraso nos reajustes salariais.

O presidente do Sindicato de concessões de pedágio do Paraná, Anderson Luiz Bueno, afirma que a data-base não foi negociada ano passado e considera que a empresa está fazendo “pouco caso do trabalhador”. A manifestação começou às 7 horas. A reportagem esteve no local e até às 11 horas as cancelas continuavam abertas.

Em nota oficial a Viapar disse que não se trata de paralisação de empregados da Viapar. A empresa disse que tem mais de 500 funcionários e nenhum deles participa da paralisação.

Nota da Viapar

Em momento algum a Viapar reduziu qualquer benefício de seus empregados e a empresa sempre se manteve em negociação.

Ao contrário do informado pelo presidente do Sindicato, a Viapar sempre honrou com seus compromissos trabalhistas e garantiu a manutenção dos benefícios e direitos dos seus empregados.

Portanto, consideramos tal manifestação injusta e inoportuna e não há qualquer decisão judicial a favor do Sindicato para que permita o levantamento de cancelas das praças de pedágio.

Valores das tarifas

As tarifas de pedágio cobradas pela concessionária Viapar foram reduzidas nessa terça-feira (30), em 19,02%, conforme determinação, em caráter liminar, do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4). A medida cabe recurso. As tarifas para carro em Arapongas e Marialva passaram de R$ 10,50 para R$ 8,50.

PASSAGEM LIVRE: Funcionários da Viapar liberaram as cancelas desde às 7h desta quarta-feira (1º/5), feriado do dia do Trabalhador. Foto: Divulgação

Fonte: Estradas e TN Online

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui