Mulher morre em acidente com ônibus na BR-386, em Tabaí (RS)

Postado dia 21/9/2017 | Tags:, , , , , , , , , , | 0 comentário

Motorista teria perdido o controle do veículo e tombou às margens da rodovia na madrugada desta quinta-feira (21)

Uma mulher de 69 anos morreu com o tombamento de um ônibus, por volta da 1h30min desta quinta-feira (21), na BR-386, em Tabaí, no Vale do Taquari. A vítima foi identificada como Loredi D’Ávila Rocha. Dos outros 18 ocupantes do veículo, oito ficaram feridos — quatro deles em estado grave — e foram encaminhados ao hospital de Montenegro.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o ônibus da Viação Santa Cruz transportava passageiros de uma excursão que retornava do Nordeste. Depois de passar uma semana em João Pessoa, na Paraíba, um grupo de mulheres havia desembarcado no aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre, e voltava para Santa Cruz do Sul no ônibus fretado.

Aproximadamente na metade do caminho, o condutor perdeu o controle do veículo e tombou. O motorista disse aos policiais que havia muita neblina no momento do acidente, o que dificultou a visibilidade no km 379 da BR-386, levando-o a confundir o momento de acessar a RS-287 em direção a Santa Cruz do Sul.

O condutor e 10 passageiros saíram ilesos. Gremistas que voltam do jogo da Libertadores na Capital ajudaram no resgate das vítimas. Ainda segundo a PRF, Loredi estaria sem o cinto de segurança.

Os feridos foram identificados, conforme o Corpo de Bombeiros, como Rita Eliane dos Santos, Orcila Beatriz de Caldas, Neli Canez, Clair Teresinha Salvagni, Vera Cecília Wolkmer Alves, Nara Maria Geller, Leni Baier Muller e Justina Inês Kliemann. Conforme nota do hospital, as oito feridas estão em atendimento e nenhuma corre risco de vida.

Fim trágico para quarta viagem do grupo

Natural e moradora de Santa Cruz do Sul, Loredi fazia parte de um grupo de mulheres que se conheceu em um curso de pintura.

— Era a  quarta viagem delas juntas. Sempre voltavam programando a próxima — conta a estudante Franciele Müller de Bairros, cuja mãe e uma tia estavam no ônibus. — Graças a Deus minha mãe está bem, não se machucou. Minha tia quebrou a clavícula, mas está bem também. Mas perderam uma amiga muito querida.

Conforme Franciele, no grupo de viagens, Loredi era conhecida pelo apelido de “mãe”. Entre os familiares, também era conhecida como Chita. Nas redes sociais, muitas pessoas lamentaram a morte da santa-cruzense. “Que tristeza. Que Deus te receba de braços abertos, Chita!!! Pessoa incrível!! Só tenho lembranças maravilhosas de ti! Fique em paz!!!”, escreveu uma familiar.

Cerca de uma hora antes do acidente, Loredi publicou uma foto da viagem. “Voltando à realidade. Fim de um belo passeio em João Pessoa – Paraíba (sic)”. No 20 de Setembro, ela mesma publicou uma foto com as amigas, que se autodenominavam como “as barulhentas”.

Fonte: ASCOM


Notícias Relacionadas




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *