PARCERIA: Dnit e UnB firmam parceria técnica com vistas a um aprimoramento da infraestrutura rodoviária do Brasil. Foto: Aderlei de Souza/Ilustrativa

De acordo com o Dnit, termo de cooperação técnico-científica prevê construção de pista experimental

Uma parceria que vai resultar em melhorias na qualidade da infraestrutura brasileira. O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) firmou termo de cooperação técnico-científica com a Universidade de Brasília (UnB) para a realização de pesquisas nas áreas rodoviária e ferroviária, incluindo a previsão de construção de pista experimental.

De acordo com o Dnit, o objetivo da parceria é o aprimoramento e consolidação de teorias, métodos e instrumentos para dimensionamento de pavimentos rodoviários flexíveis, bem como contribuir para construção do conhecimento, a fim de desenvolver métodos de dimensionamento de pavimento ferroviário. Especificamente, as equipes vão trabalhar com o método mecanístico-empírico de dimensionamento para pavimentos flexíveis denominado MeDiNa e realizar estudos complementares com geossintéticos e drenagem para pavimentos ferroviários.

Ainda de acordo com a Autarquia, por meio do método Medina, é possível prever o comportamento da estrutura do pavimento durante a sua vida útil de forma mais efetiva para que seja possível garantir o desempenho adequado, especialmente em relação à deformação permanente e ao trincamento por fadiga, que são os problemas mais comuns nos pavimentos do país.

PAVIMENTO FLEXÍVEL: O objetivo da parceria é o aprimoramento e consolidação de teorias, métodos e instrumentos para dimensionamento de pavimentos rodoviários flexíveis.

O documento formalizando a parceria foi assinado pelo diretor de Planejamento e Pesquisa do DNIT, Luiz Guilherme Rodrigues de Mello, na primeira semana de julho. O termo de cooperação com a UnB tem prazo de execução de 60 meses, a partir da assinatura.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui