FREIOS: PRF realizou na semana blitz com foco no sistema de freios de caminhões e ônibus em diversas rodovias federais do Brasil. Fotos: Divulgação

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), manutenção do equipamento obrigatório garante segurança aos usuários das rodovias

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) realizou, na quinta-feira (18), a Operação Vulcano em diversas rodovias federais do Brasil. A ação reforçou a fiscalização em 104 pontos, com foco na vistoria dos sistemas de freios de caminhões e ônibus. Itens de segurança que, uma vez adulterados, podem reduzir a capacidade de frenagem desses veículos, potencializando a possibilidade de acidentes.

Contando com a mobilização de mais de 400 inspetores, a Operação Vulcano fiscalizou 3.112 veículos pesados, entre ônibus e caminhões, em algumas das principais BRs do país. No total, foram tirados de circulação um total de 133 veículos de carga com indícios de adulteração nos sistemas de frenagem. As composições foram removidas para o pátio e só serão liberadas após regularização.

Autuações

Durante as abordagens, 1.822 motoristas foram autuados. As infrações mais recorrentes foram as de conduzir o veículo com irregularidade no sistema de freios e o desrespeito à Lei do Descanso, que regula a quantidade de horas trabalhadas por motoristas profissionais. Além disso, 15 pessoas foram presas por crimes como uso de documento falso; transporte ilegal de madeira e receptação de veículos.

Ônibus e caminhões, por conta de suas dimensões e até mesmo do tipo de carga transportada, possuem grande potencial lesivo quando se envolvem em acidentes. De acordo com as estatísticas da PRF, apenas no período de janeiro a maio deste ano, veículos pesados estiveram envolvidos em 4.240 acidentes graves nas rodovias e estradas federais. Desse modo, ações como a Vulcano são fundamentais para a garantia da segurança viária.

AUTUAÇÕES: Durante as abordagens, 1.822 motoristas foram autuados. As infrações mais recorrentes foram as de conduzir o veículo com irregularidade no sistema de freios e o desrespeito à Lei do Descanso.

Nivelamento

Em tempos de pandemia, a tecnologia foi fundamental para que a Operação saísse do papel. Por meio de serviços de videoconferência e mensagens instantâneas, os policiais puderam alinhar estratégias e nivelar conhecimentos em torno do assunto. As instruções contaram com a presença de Rubem Penteado de Melo, mestre e doutor em engenharia mecânica pela PUC do Paraná. Além disso, a instituição ofereceu assessoramento remoto para todas as equipes de serviço, o que garantiu rapidez e precisão em cada procedimento.

Fonte: PRF

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui