'AIRBAG MORTAL': Chegou a vez da Subaru fazer recall de seis modelos da marca para repararem defeito no airbag do passageiro. Entre os modelos, o Forester (foto), fabricados entre 2004 e 2014. Foto: Divulgação

De acordo com a montadora, estão sendo convocados os donos do Legacy, Outback, Imprenza, WRX, STI e Forester, pois podem apresentar falha no equipamento do passageiro

A montadora Subaru anunciou nessa semana, no Brasil, o recall de seis modelos por conta de um defeito no airbag do passageiro. Os modelos Legacy, Outback, Imprenza, WRX, STI e Forester estão sendo convocados para que seus proprietários levem os veículos para o reparo nas concessionárias.

De acordo com a empresa – representada pela Caoa no Brasil – os airbags podem projetar fragmentos metálicos no interior do veículo. A falha é a mesma apresentada em dispositivos da Takata que gerou um recall de milhões de veículos em todo o mundo, deixando dezenas de mortos, no caso conhecido como ‘airbags mortais’.

Primeira morte no Brasil

No último dia 14, a Honda anunciou o caso de um acidente com morte envolvendo um veículo da marca equipado com os airbags defeituosos da marca Takata.

Na ocasião, a empresa informou que o acidente – envolvendo um Civic LXS 2008 – ocorreu no Rio de Janeiro, e que a perícia “determinou que houve a ruptura anormal do insuflador do airbag Takata, causando ferimentos que levaram à morte do motorista.”

A montadora ainda informou que o Civic acidentado foi convocado para o recall em 2015 para troca do insuflador do airbag do lado do motorista, mas o proprietário não levou o carro para a realização do reparo.

ACIDENTE FATAL: Honda Civic se envolveu num acidente no RJ no qual registrou a primeira morte com os ‘airbgs mortais’.

Relação dos chassis convocados:

  • Legacy ano/modelo 2005 a 2014 data de fabricação de 2/9/04 a 21/11/13 números de chassis (não sequenciais) de AG002878 a 9G053112;
  • Outback ano/modelo 2004 a 2014 data de fabricação de 7/4/04 a 23/11/13 números de chassis (não sequenciais) de AG005338 a EG174677;
  • Imprenza ano/modelo 2008 a 2011 data de fabricação de 4/12/07 a 20/9/11 números de chassis (não sequenciais) de 9G002406 a BG086071;
  • WRX ano/modelo 2005 a 2014 data de fabricação de 2/9/04 a 14/11/13 números de chassis (não sequenciais) de 9G006017 a CG086895;
  • STI ano/modelo 2011 a 2013 data de fabricação de 30/7/10 a 3/10/12 números de chassis (não sequenciais) de BG014852 a BG081858;
  • Forester ano/modelo 2009 a 2012 data de fabricação de 3/4/08 a 21/3/12 números de chassis (não sequenciais) de 9G016884 a CG298583.

Ainda segundo a Subaru, devido a uma eventual falha de vedação do airbag do lado do passageiro dianteiro, poderá haver infiltração de umidade, alterando as características do propelente.

A empresa informou que numa situação na qual haja uma colisão frontal em que aconteça o acionamento do equipamento, poderá existir uma força de deflagração acima do especificado, ocasionando o rompimento da estrutura do insuflador e, consequentemente, a projeção de fragmentos metálicos no interior do veículo junto com a bolsa deflagrada. Estas condições poderão causar lesões físicas graves ou fatais aos ocupantes do veículo.

De acordo com a Subaru, os donos dos veículos chamados deverão entrar em contato para agendar a inspeção ou substituição do conjunto da bolsa do airbag do lado do passageiro em uma concessionária. Informações: 0800 770 2011 e http://recall.subaru.com.br.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui