Depois de um final de semana com bloqueio parcial, a ponte sobre o Rio Iguaçu, na BR-277, divisa entre Curitiba e São José dos Pinhais, está liberada para o tráfego e praticamente com as obras de ampliação prontas. O bloqueio na sexta-feira, sábado e domingo passados foi necessário para a concretagem da estrutura de uma das pistas, parte do projeto de alargamento da ponte.

Com o alargamento da ponte, a travessia fica mais segura, especialmente para pedestres, que ganharam espaço de travessia. Além disso, a ponte agora também tem pontos de acostamento que inexistiam antes. Na região onde está localizada a ponte circulam cerca de 50 mil veículos diariamente.

A obra era necessária já que a demanda na região cresceu nos últimos anos. Foi a primeira grande intervenção na estrutura da ponte desde que ela foi implantada. Segundo a Concessionária Ecovia, que administra o trecho da BR-277 até o Litoral, a concepção original da estrutura da ponte não comportava mais o movimento diário da rodovia, e poderia se tornar um gargalo no trecho.
A obra está praticamente entregue, mas ainda restam alguns trabalhos, inclusive com possível bloqueio parcial na pista no futuro. O guarda-corpo — estrutura que separa as pistas sentido Curitiba e Litoral — deve ser completado nas próximas semanas, mas antes do início da temporada de verão, prevista para a segunda quinzena de dezembro.

Desde junho, a Ecovia trabalha no alargamento de quatro pontes no seu trecho de concessão. Além da ponte sobre o Rio Iguaçu, também foram ou estão sendo alargados as pontes sobre o Rios Pitinga e Sagrado (km 28 Morretes), e sobre o Rio Pequeno, ainda em São José dos Pinhais.
Fim de semana — A Ecovia se prepara para um movimento grande neste final de semana e feriado prolongado de Finados. Além do fluxo com sentido ao Litoral que já está acima da média por causa do clima, a Ecovia deve realizar operações visando o segundo turno da eleição presidencial, no domingo.

A concessionária já entrou em contato com o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) para identificar os pontos de votação próximos da rodovia. Também prepara a operação de acesso ao Cemitério do Bonfim, em São José dos Pinhais, que recebe cerca de 50 mil pessoas para o Finados. A Ecovia costuma deixar uma faixa especialmente para o acesso ao cemitério.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui