Lorenzo queria ser bombeiro

Patrick Dipp da Silva, 32 anos, bombeiro que atendeu ao acidente no Rio Grande do Sul e fez um depoimento emocionante sobre o menino de seis anos que encontrou em acidente em que morreram também seus pais, avós e tio, descobriu que Lorenzo Girardi tinha o sonho de ser bombeiro.

Para prestar mais uma homenagem ao menino, entregou a medalha que recebeu quando se formou no curso da profissão para que fosse enterrada junto com Lorenzo. O depoimento do bombeiro Patrick comoveu o país e, sobre ele, o Coordenador do SOS Estradas, Rodolfo Rizzotto, dedicou o seu comentário da semana. Clique aqui para ouvir a manifestação sobre quem faz da luta para salvar vidas uma profissão e o que devemos aprender com essa anjo que partiu:

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui