SIMULAÇÃO: Concessionária Litoral Sul realiza nesta terça-feira (12), um simulação de acidente com produto perigoso na BR-101, nos fundos da praça de pedágio, em Garuva (SC). Foto: Divulgação

De acordo com a concessionária Autopista Litoral Sul, simulação de colisão envolvendo carreta e automóvel acontece na pista de teste nos fundos da praça de pedágio da rodovia

Um caminhão tanque carregado com 15 mil litros de produto perigoso (Destilado de Petróleo) desce a Serra do Mar desgovernado e colide bruscamente contra um automóvel. Com o impacto, o tanque sofre avarias nas válvulas e há possibilidade de vazamento. O material é inflamável, prejudicial à saúde e contaminante. Além disso, há dois feridos no local.

A cena, já presenciada no primeiro semestre deste ano na BR-376, desta vez trata-se de uma simulação, que será promovida pela concessionária Litoral Sul na manhã desta terça-feira (12), em Garuva (SC).

De acordo com a concessionária, o objetivo do exercício simulado é promover o aperfeiçoamento da dinâmica de interação das equipes de emergência em situações como essa – de acidentes envolvendo produto perigoso. Somente na pista sul da BR-101, nesta região em que será realizado o simulado (Garuva), circulam sete mil veículos pesados diariamente – grande parte transportando produtos com classificação de risco.

Nessas situações de acidente envolvendo produtos perigosos, a empresa coordena o acionamento das equipes de emergência especializadas para atendimento, como Corpo de Bombeiros, Defesa Civil, órgãos de proteção ambiental, Polícia Rodoviária Federal, e diversas outras entidades.

A atuação no atendimento acontece sempre de forma conjunta, com atenção para: proteção das equipes de atendimento e usuários, preservação do meio ambiente e atendimento aos envolvidos.

Simulado com exercício prático

A cena de simulação do acidente, montada na pista de testes nos fundos da praça de pedágio (km 1,3 da pista sul – sentido Florianópolis), foi planejada para se aproximar ao máximo de uma situação real – com veículos, personagens (vítimas) e o acionamento prático das equipes.

No total, cerca de 60 agentes de emergência estarão mobilizados para o treinamento no local – além da utilização viaturas de resgate – incluindo também o helicóptero da Polícia Militar de Santa Catarina. Entre as corporações envolvidas estarão: Exército, Bombeiros Voluntários e Militar, Polícia Rodoviária Federal, Ibama, ANTT, Defesa Civil e Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina.

“Esta dinâmica de simulação com atuação conjunta é fundamental para revisarmos na prática o papel de cada entidade em acidentes com essa proporção. Com isso, também avançamos na melhoria contínua dos processos na busca pela excelência operacional e qualidade no atendimento aos usuários”, conclui Jose Junior, gerente de operações Sul da Arteris.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui