Até março do próximo ano, o governo vai começar a instalar 2.696 equipamentos de controle de velocidade em rodovias federais de todo o País.

O leilão foi feito em 2009, mas o Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes) terminou a homologação do resultado do certame esta semana. Os contratos serão assinados ainda este mês.

Serão gastos R$ 804,7 milhões com a compra, instalação e operação dos equipamentos, recurso que terá origem do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento). O preço inicial do leilão era de R$ 1,4 bilhão.

Nas áreas urbanas das rodovias serão instaladas 1.130 barreiras eletrônicas e 466 equipamentos para fiscalizar o avanço de sinal vermelho e a parada sobre faixa de pedestres.

Nos trechos rurais serão instalados 1.100 radares fixos, do tipo discreto, equipamento inédito em rodovias federais brasileiras. O equipamento, segundo a autarquia, condiciona o motorista a dirigir com mais cuidado, já que o radar não fica tão à mostra quando a barreira eletrônica.

Segurança

O governo pretende com o controle de velocidade aumentar a segurança dos motoristas e pedestres. O Dnit tomou como base para a escolha dos locais de instalação estudos anuais dos pontos críticos das rodovias federais, que registraram alto índice de acidentes.



DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui