Dentre as medidas adotadas estão a construção de 190 passarelas

Obras de engenharia, campanhas e ações de conscientização promovidas pela Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp) e concessionárias estão contribuindo para reduzir os casos de atropelamento nas rodovias paulistas. Apesar de representarem apenas 1,4% dos acidentes, os atropelamentos nas rodovias são responsáveis por 26,7% das vítimas fatais.

Graças à construção de passarelas e a promoção de campanhas educativas foi possível reduzir em 25% o número de mortes, no perído entre 2010 e 2015. No mesmo período, a quantidade de acidentes caiu 31%. Os números são mais expressivos se considerar que até 2009 havia 3,5 mil quilômetros de rodovias sob concessão e esse número aumentou para os atuais 6,9 mil quilômetros. Assim mesmo, somente no primeiro semestre de 2016, morreram 96 pessoas, em 259 atropelamentos.

Dentre as medidas adotadas estão a construção de 190 passarelas, 43 delas construídas nos últimos cinco anos. Desde 1998, foram investidos R$ 274 milhões em obras do tipo. Houve investimentos ainda em iluminação e sinalização de travessias e o telamento do canteiro central para estimular o uso das passarelas e evitar a travessia pelas pistas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui