Enquanto os caminhoneiros brasileiros dormem em cubículos, sem a menor condição de recuperação nas longas viagens, os caminhoneiros americanos investem no próprio conforto. Além de dispor de legislação própria, que desde 1953 estabelece um tamanho mínimo para as cabines (quase o dobro da maior do Brasil), esses profissionais em trânsito e muitas empresas, tem investido cada dia mais em cabines extensas, com espaço suficiente para um casal descansar, preparar sua refeição, dispor de chuveiro e toilete a bordo, e naturalmente trabalhar com conforto.

Com isso reduzem gastos com alimentação e banhos nos postos, sem contar as despesas que são comuns nos EUA, com hospedagem em hotel. Algo impensável para a realidade dos caminhoneiros brasileiros.
Algumas empresas americanas compram frotas com essas cabines estendidas, dando melhor condição aos seus motoristas, que viajam mais descansados, perdem menos tempo, ficam sempre próximos do veículo, tem alimentação mais saudável e elevam sua auto-estima.

O resultado é aumento de produtividade, mais negócios e prestígio. Dentre as empresas que oferece essas cabines sofisticadas está a Ari Legacy Sleepers. Dê uma checada no site e veja porque caminhoneiros e frotistas investem até 40 mil dólares (R$ 85.000,00) numa ampliação da já grande e padronizada cabine americana: http://www.legacysleepers.com/

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui