FOL SOLTO: Caminhoneiros são flagrados pela PRF na BR-101, em SC, com rebites e maconha. Um deles, mesmo senod reincidente foi solto. O outro ficou preso. Fotos: Divulgação/PRF

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), um deles foi preso e o outro liberado, mesmo sendo reincidente por porte de droga

Dois caminhoneiros foram flagrados pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) na tarde dessa quinta-feira (16), na BR-101, em Biguaçu (SC), sendo um com 160 comprimidos de “Nobésio Forte”, droga à base de anfetamina, que estimula o sistema nervoso central e é conhecida como ‘rebite’, e outro com três comprimidos de anfetamina e uma porção de maconha. O primeirop foi preso e o segundo – mesmo sendo reincidente por porte de ‘rebite’ -, foi solto.

De acordo com a PRF, o primeiro condutor, de 31 anos, dirigia um Ford Cargo e foi parado depois de denúncias de direção perigosa na rodovia. Dentro do veículo, com placas de Ribeirão Branco (SP), os policiais encontraram 157 comprimidos de rebite.

Segundo a PRF, o homem confessou ter ingerido dois comprimidos para realizar a viagem de São José (SC) até a capital paulista. Por estar visivelmente com a capacidade psicomotora alterada por conta da droga, foi preso e foi conduzido à Delegacia de Polícia de São José.

Motorista reincidente foi liberado

De acordo com a Corporação, uma hora depois, também na BR-101, em Biguaçu, outro caminhoneiro foi flagrado, desta vez, com três comprimidos de anfetamina e uma pequena quantidade de maconha.

Segundo os agentes, o homem, de 39 anos, conduzia uma carreta Scania, com placas de São Bernardo do Campo (SP), e confessou ser usuário de ‘rebite’.

Ainda de acordo com a PRF, foi descoberto que o caminhoneiro já responde a outro processo por porte da droga. Mesmo diante dessa constatação, os agentes o liberaram. A PRF informou que ele assinou um termo de compromisso para comparecer à audiência na Comarca de Biguaçu.

MACONHA: Além de rebite, um dos caminhoneiros tinha uma pequena porção de maconha. Ele já responde a processo por porte de droga, mas foi liberado pela PRF.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui