As fortes chuvas dos últimos dias tem causado atoleiros em diversos pontos de um trecho sem asfalto de pelo menos 212 quilômetros da rodovia federal, que dá acesso de Juína até Castanheira. De acordo com o gerente de uma empresa de transporte, Gilberto Prates de Almeida, o tráfego de veículos está completamente impossibilitado.

“A situação tem piorado cada vez mais nos últimos 30 dias. O tráfego de veículos está completamente travado. Não passa ninguém. Esta chovendo muito. Tem locais que os córregos transbordaram e a água passou sobre as pontes. Está praticamente impossível chegar até as cidades de Aripuanã, Colniza e Juruena, por exemplo”, disse.

Ainda de acordo com o gerente, o transporte de passageiros está sedo comprometido. “O desgaste dos ônibus tem dobrado o valor do prejuízo. Já não se tem muitos passageiros nessa época e com esses atoleiros a situação piora ainda mais. O carro força mais, tem desgaste dos pneus, gasto dobrado com o diesel, horas extras que precisam ser pagas aos motoristas que dorme na estrada. Temos que atender os passageiros, mas eles já sabem que vão ficar atolados na estrada. É um transtorno muito grande”.

A assessoria da superintendência regional do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) deve se posicionar nas próximas horas em relação as reclamações.

Fonte: So Noticias

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui