SUCESSO: SUV C4 Cactus foi o grande destaque da Citroën, registrando seu melhor ano de vendas e um crescimento de 105% em comparação a 2020, muito acima da média do seu segmento. Foto: Divulgação/Citroën

Montadora emplacou mais de 3 mil unidades em dezembro, seu melhor resultado mensal desde 2015. Ano de 2021 fechou com 23.351 veículos vendidos

A Citroën cresceu 77% em vendas no Brasil em 2021, uma alta bem acima da média de 2% do mercado. No acumulado dos doze meses do ano, a empresa comercializou 23.351 veículos, superando as 13.177 unidades de 2020.

De acordo com a montadora, esse resultado que levou a Marca a conquistar 1,2% de participação do mercado brasileiro, quase o dobro do seu resultado em 2020. No fim de agosto de 2021, a Citroën já havia superado o volume total de vendas realizadas no ano anterior, mostrando toda a sua força e o resultado das ações estratégicas implementadas.

Somente no mês de dezembro de 2021, a Citroën negociou 3.083 veículos no Brasil, seu melhor resultado mensal de vendas desde dezembro de 2015.

O mês de dezembro, somado ao excelente desempenho no acumulado dos meses de 2021, levaram a Citroën a um forte crescimento de 77% no mercado e uma participação de 1,2%, sua melhor participação desde 2016.

Esses fortes resultados consolidam o crescimento e o novo momento da Citroën no mercado brasileiro no primeiro ano de aplicação do seu plano estratégico, o “Citroën 4All”, que vai até o fim de 2024.

O grande destaque da Marca em 2021 foi o SUV C4 Cactus, que dobrou seu alcance no segmento B-SUV no acumulado do ano e registrou seu melhor desempenho de vendas desde o seu lançamento. O utilitário esportivo da Citroën manteve em 2021 uma performance acima da média do seu segmento.

Somente em dezembro de 2021, o modelo emplacou 2.721 unidades. No acumulado de 2021, o C4 Cactus atingiu 19.550 veículos vendidos, uma alta de 105% frente a igual período do ano passado.

Além de todo o design e tecnologia que proporcionaram o sucesso nas vendas do SUV C4 Cactus, a Citroën ainda trouxe duas séries especiais para o modelo: a Rip Curl e a X-Series, que potencializaram os negócios envolvendo o SUV da Citroën.

Entre os VULs (Veículos Utilitários Leves), a Citroën fechou o ano com um sólido crescimento de 123%. A grande novidade foi a família Jumpy, que ganhou, no fim do ano passado, uma versão 100% elétrica no Brasil, o Ë-Jumpy. A gama Citroën Jumpy, com suas versões Furgão Pack, Vitré e Minibus, juntamente com a família Jumper, responderam por 3.441 unidades vendidas, garantindo um importante protagonismo da Citroën entre os VULs.

Novas lideranças

O ano de 2021 foi também o da chegada de Vanessa Castanho, como Head da Citroën na América do Sul, e de André Montalvão, que assumiu como Head Comercial da Citroën no Brasil. O trabalho dos novos executivos da Marca e de suas equipes proporcionou esse crescimento nas vendas etambém trouxe importantes lançamentos e séries espeicais para o mercado.

O ano ainda foi marcado pela revelação do Novo C3, o B-hatch versátil, cheio de  personalidade e atitude SUV da Citroën, que chega aos mercados brasileiro e sul-americano este ano (2022).

“O ano de 2021 foi muito especial para a Citroën. Conquistamos importantes resultados que reforçam o grande trabalho realizado pela Marca. Crescemos 77% em um mercado que cresceu 2%. Uma grande demonstração que estamos na direção certa para conquistar todos os objetivos que apresentamos recentemente para o Brasil. Em 2021, tivemos importantes lançamentos, como a Jumper Cargo e as séries especiais do SUV C4 Cactus, a Rip Curl e a X-Series, que foram um grande sucesso de vendas”, comentou André Montalvão, Head Comercial da Citroën no Brasil.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui