O Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social do Rio Grande do Sul vai iniciar uma série de audiências públicas para discutir os pedágios nas rodovias. A primeira já está agendada para o dia 5 de março, na cidade de Carazinho, onde será debatido o novo modelo dos pedágios proposto pelo governador Tarso Genro.

As demais audiências sobre o mesmo tema serão nas cidades de Lajeado, Caxias do Sul, Região Metropolitana de Porto Alegre, Santa Cruz, Gramado e, por fim, Vacaria.

O empresário do setor vitivinícola, economista e advogado José Carlos Estefenon, um dos novos conselheiros, empossado em janeiro, ressalta que o conselho também cuidará da infraestrutura como um todo, pois a recuperação das rodovias estaduais é indispensável ao deslocamento seguro dos cidadãos e responsáveis pelo escoamento da produção das várias regiões. “É preciso que as propostas, quando aprovadas pelo plenário, sejam transformadas em políticas públicas”, comentou. Nos 910 quilômetros de estradas gaúchas que integram o Programa Estadual de Concessão Rodoviária, 30% dos trechos necessitam de reparos imediatos, 24% apresentam defeitos e precisam de consertos urgentes para evitar maior deterioração, 53% necessitam de investimentos no período de três a cinco anos e 8% do pavimento não tem vida útil. O problema é de onde sairá o dinheiro necessário, ainda mais que o governo promete diminuir as tarifas em 30%.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui