Depois de percorrer 567 quilômetros operados pela concessionária CCR Rodonorte entre Curitiba e o Norte Pioneiro e entre Ponta Grossa e Apucarana, a Comissão Tripartite que vistoria as rodovias concessionadas pelo Governo do Estado reuniu-se em Londrina. No encontro os 15 membros da comissão atribuíram notas aos serviços prestados pela Rodonorte.

O resultado da avaliação só será divulgado após a fiscalização dos seis lotes que formam as rodovias concessionadas pelo Estado. Em seu relatório final a comissão, além de avaliar a qualidade das rodovias fiscalizadas, poderá apresentar comentários, sugestões e recomendações a serem encaminhadas à Secretaria de Infraestrutura e Logística e à diretoria regional da Associação Brasileira de Concessionárias de Rodovias (ABCR). A última fiscalização está prevista para dezembro próximo.

Durante dois dias foram avaliadas as condições de tráfego nos trechos percorridos, a eficiência dos serviços prestados, além do conforto oferecido aos usuários. A vistoria observou as condições de obras, serviços e principalmente a fluidez de tráfego, declarou o presidente da comissão, Maurício Ferrante. Ele acrescentou que a inspeção foi a segunda realizada. A primeira foi no trecho da Ecovia entre Curitiba e Paranaguá. “A retomada das atividades da comissão aconteceu depois de dez anos de paralisação, o que está permitindo ao governo, usuários e as próprias concessionárias uma visão integrada da concessão rodoviária”, destacou Ferrante.

MEMBROS – Participaram da inspeção da Rodonorte na condição de representantes do Governo, Maurício Eduardo Sá de Ferrante (Secretaria de Infraestrutura e Logística), Dirceu Antônio Andersen Júnior (Secretaria do Planejamento e Coordenação Geral), Tânia Mara Queiroz Ribas (Secretaria da Indústria, do Comércio e Assuntos do Mercosul), Paulo Fernando de Souza Andrade (Secretaria da Agricultura e do Abastecimento) e Sebastião Henrique de Medeiros (Appa).

Por parte das concessionárias, os integrantes são: Leonardo Guerra (Econorte), Luciano Ricardo de Oliveira Mendes (Viapar), Ruy Sérgio Giublin (Caminhos do Paraná) e Evandro Couto Vianna (Ecocataratas e Ecovia).

Os representantes dos usuários são José Eugênio Souza de Bueno Gizzi (Federação das Indústrias), Heverson Aranda (Crea-PR), Luiz Alselmo Trombini (Federação das Empresas de Transporte de Cargas do Paraná – Fetranspar), Paulo Sidney Ferraz (Sindicato dos Engenheiros – Senge-PR) e Laertes José de Freitas (Sindicato dos Caminhoneiros Autônomos – Fenacam-PR).

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui