INCONFORMADOS: Moradores da Comunidade Tirolesa estão reclamando com a Artesp a alteração do local da praça de pedágio na SP-308. Foto: Divulgação

Moradores estão inconformados com alteração da praça, prevista na nova concessão paulista Piracicaba-Panorama

A Comunidade Tirolesa de Piracicaba (SP), dos bairros Santana e Santa Olímpia, vai se organizar para protestar contra a decisão da Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp) de instalar a praça de pedágio na Rodovia Hermínio Petrin (SP-308) no Km 180+400, prevista na concessão Piracicaba e Panorama.

De acordo com os organizadores, o acesso ao bairro fica no Km 182 da SP-308, e com isso, os moradores estão inconformados com a mudança da praça de pedágio. “A informação que a gente tinha era que o pedágio seria instalado depois da entrada do bairro, em Charqueada”, afirmou o presidente da Associação de Moradores de Santa Olímpia, Arnaldo Stênico.

Ainda de acordo com Stênico, mesmo com os novos meios de cobrança, com uso da tecnologia (tags) que, de acordo com a Artesp terá tarifa menores porque terão desconto de 5% para os usuários do pagamento automático e o Desconto de Usuário Frequente (DUF), os moradores são contrários ao pedágio nesse local.

Já a Artesp informa que o modelo de cobrança é inédito no Brasil e consiste em dar descontos progressivos dentro do mês até o limite de 30 viagens. Cada passagem no pedágio se torna mais barata dentro do mês. Na 30ª, o valor cobrado pode chegar a 90% do valor da tarifa.

“O prefeito (Barjas Negri) mostrou um mapa para nós, há uns quatro meses. A praça de pedágio ficava em Charqueada. Vamos ver quais medidas poderemos adotar. Somos contra essa praça antes da rotatória de acesso ao bairro”, afirmou Stênico.

A Artesp informou que após as audiências e a consulta pública ao projeto, algumas praças de pedágio mudaram de localização, como é o caso da SP-308. A praça da SP-304, rodovia Geraldo de Barros, entre Piracicaba e São Pedro deverá será instalada no quilômetro 183 + 460 metros e a no trecho entre São Pedro e Santa Maria da Serra, no quilômetro 210 + 860 metros, conforme a Artesp.

O secretário municipal de Trânsito e Transportes, Jorge Akira, informou que em todas as reuniões que ele e o prefeito Barjas Negri (PSDB) participaram, o pedágio da SP-308 seria instalado em Charqueada. “Não recebemos informação oficial sobre isso, mas vamos questionar a Artesp. O que sabemos é que seria instalado um viaduto de acesso aos bairros Santana e Santa Olímpia e o pedágio ficaria depois. O prefeito não quer a praça de pedágio antes da entrada da Comunidade”, comentou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui