APOIO: A concessionária AB Nascentes das Gerais, responsável pelo Sistema MG-050/BR-265/BR-491, participa da campanha sobre a obrigatoriedade da realização de exame toxicológico para motoristas profissionais que possuem a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) das categorias C, D e E. Foto: Divulgação

De acordo com a AB Nascentes das Gerais, iniciativa da Confederação Nacional de Transportadores Autônomos (CNTA) e Associação Brasileira de Toxicologia (ABTox) visa garantir a segurança de usuários nas rodovias

A concessionária AB Nascentes das Gerais, responsável pelo Sistema MG-050/BR-265/BR-491, participa da campanha sobre a obrigatoriedade da realização de exame toxicológico para motoristas profissionais que possuem a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) das categorias C, D e E.

De acordo com a empresa, a campanha, realizada pela Confederação Nacional de Transportadores Autônomos (CNTA) e a Associação Brasileira de Toxicologia (ABTox), tem como objetivo alertar os condutores sobre a definição estabelecida pelo artigo 165-B do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), que determina aplicação de multa automática no valor de R$ 1.467,35 aos motoristas que não estiverem com o exame atualizado.

Ainda de acordo com a Nascentes das Gerais, serão distribuídos panfletos aos usuários das rodovias sob sua concessão, bem como serão instalados cartazes ao longo do trecho, com mensagens de conscientização sobre a obrigatoriedade de o usuário realizar o exame.

Segundo a concessionária, o conteúdo do panfleto é um alerta aos motoristas habilitados nas categorias C, D e E para que realizem o exame toxicológico dentro do prazo. O material com orientações, produzido pela ABTox, será distribuído aos usuários nas praças de pedágio. Já os cartazes, serão colocados nos postos de atendimento aos usuários.

Caso a pessoa seja flagrada dirigindo sem o exame toxicológico atualizado, além da multa automática, o profissional receberá mais uma multa, 7 pontos na carteira e terá a CNH suspensa por três meses. Mais informações sobre o exame toxicológico no site www.abtox.org.br.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui