MELHORIAS: DER de Rondônia executa obras e serviços de melhorias em diversas rodovias estaduais para garantir melhor trafegabilidade e mais segurança aos usuários. Foto: Divulgação

Obras vão garantir mais segurança e comodidade aos usuários das rodovias estaduais

O Departamento de Estradas de Rodagem, Infraestrutura e Serviços Públicos (DER) de Rondônia iniciou diversas frentes de serviços em rodovias estaduais do estado com o objetivo de garantir trafegabilidade e segurança aos usuários.

De acordo com o DER, são, aproximadamente, 50 frentes para cumprir o Plano Anual de Manutenção e, também, atender às demandas emergenciais.

Ainda de acordo com o DER, os serviços na região de Colorado D’Oeste que atende a mais de 400 quilômetros de rodovias no Cone Sul. No domingo (8), a equipe de fiscalização do DER esteve na região para acompanhar os trabalhos que já foram realizados.

O DER informou ainda que finalizou os serviços de limpeza lateral na RO-370, trecho que liga Colorado D’Oeste a Cabixi, para dar sequência aos serviços de tapa-buracos com aplicação de asfalto CBUQ; o que acontece no trecho que liga Cerejeiras a Corumbiara.

De acordo com o órgão, os trabalhos de aplicação de tubos metálicos para drenagem e patrolamento está sendo executado com duas frentes de serviços na RO-485, que liga Colorado D’Oeste a Corumbiara, e na RO-487, que liga Cerejeiras à RO-497.

Segundo o DER, as ações seguem nas Rodovias da Soja e do Boi, que ligam Corumbiara ao Trevo da Pedra. Posteriormente, serão iniciados os serviços na RO-370 com patrolamento, cascalhamento nos pontos críticos e cortes de morros.

Ações emergenciais

A equipe de fiscalização também visitou a ponte sobre o rio Santa Cruz, localizada na área rural de Corumbiara. Recentemente, a ponte foi incendiada, o que provocou transtornos aos estudantes e produtores rurais. Para restabelecimento emergencial do tráfego, foi construído um pontilhão semipermanente. Em fiscalização, o diretor-geral do DER informou que os trabalhos de contratação emergencial para construção da ponte já foram iniciados pelo órgão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui