DUPLICAÇÃO: De acordo com a Entrevias, as obras de duplicação, numa extensão de 19 quilômetros, da SP-333, de Marília a Júlio Mesquita, já têm 35% concluidos. A previsão de término é junho de 2021. Fotos: Divulgação

De acordo com a concessionária resposnável, modernização de 67 quilômetros gera cerca de 1.000 empregos entre diretos e indiretos

As obras de duplicação da Rodovia Dona Leonor Mendes de Barros (SP-333), entre Júlio Mesquita e Marília, e de Marília a Echaporã, e outras intervenções, como a construção e melhorias de passarelas de pedestres, estão sendo realizadas em ritmo normal, de acordo com concessionária Entrevias, responsável pela rodovia.

Ainda de acordo com a empresa, desde o início das restrições impostas pela Covid 19, as empresas terceiras que prestam serviço foram orientadas a criarem planos de prevenção contra o novo coronavírus, e estabeleceram medidas que ajudam a reduzir os riscos de contágio. Entre elas, escala para alimentação e de assentos durante o transporte dos trabalhadores, forte sistema de higienização durante o trajeto, aferição de temperatura do pessoal e atendimento médico, se necessário.

Ainda de acordo com a Entrevias, as obras beneficiarão diretamente quem viaja pelas rodovias que cortam os municípios da região de Marília e ajudarão a facilitar o escoamento de produtos e insumos. Também contribuem na geração de postos de trabalho. Somente em agosto, considerando os dois trechos que estão sendo duplicados, um total de 67 quilômetros, foram gerados 1.047 postos de trabalho entre diretos e indiretos, segundo levantamento interno da companhia.

Andamento e execução

De acordo com o cronogramda das obras, no trecho de 19 quilômetros de duplicação da SP-333, de Marília a Júlio Mesquita, já foi executado aproximadamente 35% do cronograma da obra. Neste momento, são desenvolvidos trabalhos de drenagem, terraplenagem e pavimentação. A previsão de término é junho de 2021, já com a execução de dois dispositivos em desnível nos Kms 299 e 309, e uma nova ponte no Km 311.

Ainda segundo a programação, as intervenções vão do Km 295 ao 314, e iniciam quatro quilômetros antes do trevo de Júlio Mesquita, e seguem até o entroncamento com a BR-153, na saída de Marília para Lins. O cronograma prevê a construção de uma nova pista, com duas faixas de rolamento e acostamento. Um total de R$ 80 milhões de investimento.

FASE ADIANTADA: A duplicação de 19 quilômetros da SP-333, trecho de Júlio Mesquita a Marília, está pronto para receber a pavimentação asfáltica.

Segundo a Entrevias, aliadas às obras do trecho iniciado em janeiro, a companhia executa, desde o fim de março, a modernização de mais 48 quilômetros em outro ponto da SP-333, de Marília a Echaporã.  O investimento é de R$ 275 milhões e está previsto no contrato de concessão com a Artesp.

De acordo com a empresa, os serviços foram iniciados entre os Kms 362 e 385; e, posteriormente, se estenderam ao trecho dos Kms 337 ao 362. Cerca de 10% da obra foi concluída. As equipes trabalham com supressão de vegetação, terraplenagem, drenagem e pavimentação. A previsão de entrega para novembro de 2021.

As melhorias incluem a construção de uma nova pista com duas faixas de rolamento e acostamento, que será separada da via atual por canteiro central, e implantação de onze dispositivos em desnível na SP-333: nos Kms 337, 343, 350 e 354 (Marília), 356, 362, 370, 374, 377, 381 e 384 (Echaporã).

Segurança

Segundo a entrevias, as equipes também trabalham na implantação da terceira passarela de pedestres na SP-333, nas imediações do Km 333,4, próximo a uma universidade de Marília.

Ainda de acordo com a empresa, a previsão de entrega é para o final de outubro. Assim como os outros dois dispositivos de travessia entregues entre junho e julho deste ano, nos Kms 324,4 e 326,6 da mesma rodovia, essa terceira passarela também terá iluminação no vão central e lateral, escadas e rampas de acessibilidade.

EM 2021: A duplicação da SP-333, no trecho de Marília a Echaporã, está em fase de pavimentação em alguns pontos. Obra deve ser finalizada em 2021.

Além disso, a empresa está adequando e recuperando quatro passarelas antigas ao longo da SP-333, sendo três na área urbana de Marília, nos Kms 329+100, 330+100 e 333+200, e uma em Tarumã, no Km 423+800. Todas serão construídas de modo a permitir também o acesso de pessoas com mobilidade reduzida.

Segundo a empresa, no caso das passarelas localizadas nos Kms 423 e 333, já foi executado aproximadamente 25% do projeto. A previsão de conclusão para todas essas adequações é dezembro deste ano. Mais informações: 0800 3000 333 ou no site da empresa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui