VACINAÇÃO: As concessionárias Ecovoas e Ecopistas iniciaram campanha de vacinação e testes rápidos para apoiar os caminhoneiros. Foto: Divulgação

De acordo com o Grupo, parceria com empresas privadas permite apoiar cerca de 24 mil motoristas em quatro pontos diferentes do estado de São Paulo

O Grupo EcoRodovias, por meio das concessionárias Ecovias, Ecopistas, começou a realizar testes para a COVID-19, dos tipos sorológico e também PCR, e aplicar vacinas contra a gripe suína (H1N1) em cinco pontos de fácil acesso aos caminhoneiros nas cidades de São Bernardo do Campo, Guararema, Itaquaquecetuba, Cubatão e Santos, no Estado de São Paulo.

De acordo com a empresa, a ação, que conta ainda com o apoio logístico e de sinalização da SPA – Santos Port Authority – teve início na segunda-feira (29) e prevê aplicar 24 mil testes e 24 mil doses de vacina no período de um mês, podendo ser estendida de acordo com a necessidade. A distribuição será realizada das 11h às 17h, nos seguintes pontos:

Local

Endereço

Cidade

Ecovias: pátio de descanso

Km 40 da via Anchieta,

São Bernardo do Campo

Ecopistas – posto de serviço

Km 67 da rodovia Carvalho Pinto – Posto Graal

Guararema

Ecopistas – posto de serviço

Km 37 da rodovia Ayrton Senna – Posto B&G

Itaquaquecetuba

SPA / Ecopátio

Km 263 da Cônego Domênico Rangoni

Cubatão

SPA / Ecoporto

Rua Antonio Prado, 1 – Centro – Praça da Fome

Santos

Aplicação dos testes

Ao chegar em qualquer um dos pontos acima, os caminhoneiros serão convidados a medir a temperatura. Em caso de constatação de febre, serão direcionados à medição de oxigenação e posteriormente ao teste de Covid-19 do tipo PCR, feito por meio da coleta de secreção nasal e que demonstra maior precisão no resultado.

O procedimento leva em torno de 5 minutos e será realizado em tendas montadas especificamente para esse fim, obedecendo aos protocolos de segurança, e com equipe composta por profissionais da saúde.

Já o caminhoneiro sem sintomas, será convidado a fazer um exame sorológico, que demora, em média, 15 minutos para ser concluído. Dessa forma, assim que o motorista realizar o teste, ele será orientado a aguardar dentro do caminhão por uma mensagem, que poderá chegar por SMS ou WhatsApp. Em caso de teste inconclusivo, ele deverá retornar à tenda para realizar o exame do tipo PCR.

Todos os resultados estarão sob sigilo médico e anonimato dos eventuais casos positivos, que serão informados somente à Secretaria de Saúde para controle dos dados consolidados e diretamente aos pacientes.

As pessoas que passarem pelos exames do tipo PCR receberão um alerta, via SMS ou WhatsApp, do laboratório responsável pelo resultado, informando que a análise foi concluída e como proceder para retirada. Esse processo deve durar, em média, 72 horas.

Além disso, uma central médica ficará à disposição dos motoristas que estiverem contaminados para apoio psicológico e orientações complementares.

Reforço de peso

A aplicação de testes e vacinas vem reforçar o trabalho que já vem sendo realizado pelas concessionárias do Grupo EcoRodovias de apoiar os caminhoneiros durante a pandemia. Em parceria com diversas empresas e com apoio dos órgãos reguladores e do Policiamento Rodoviário, a companhia já atendeu cerca de 200 mil caminhoneiros em todo o País, distribuindo refeições, kits de higiene, alimentos não perecíveis, tags de pedagiamento eletrônico, além da aplicação de vacinas da gripe. O trabalho começou em meados de março, logo no início da crise do coronavírus no Brasil, e tem ganhado força com a entrada de novos parceiros, inclusão de serviços e ampliação da capacidade de atendimento.

Fonte: Comunicação da Ecorodovias

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui